Log in

Bem-vindo Log out Alterar dados pessoais

Esqueceu a senha?

X

Qualquer dúvida click no link ao lado para contato com a Central de Atendimento ao Assinante

Esqueceu a senha?

X

Sua senha foi enviadad para o e-mail:

Polícia Civil cancela nomeação de delegado preso por tráfico para a Delegacia de Roubos e Furtos

O delegado José Cavalcante Filho, o “He-Man”, começou a trabalhar como adjunto da Derfd nesta segunda (15). Preso pela Operação “Águia” da PF, em 2003, sob acusação de integrar um grupo criminoso, o delegado estava à disposição da Polícia desde 2010

Foto tirada em 2004 registra a chegada do delegado José Cavalcante ao Fórum, onde prestaria depoimento, um ano após ser preso

Foto tirada em 2004 registra a chegada do delegado José Cavalcante ao Fórum, onde prestaria depoimento, um ano após ser preso (Arquivo/A CRÍTICA)

A Polícia Civil do Amazonas desistiu nesta terça-feira (15) de colocar o delegado José Cavalcante Filho no cargo de adjunto da Delegacia Especializada em Roubos, Furtos e Sequestros (Derfd). Cavalcante, conhecido como “He-Man”, começou a trabalhar na Derfd na segunda (14), mas já foi retirado e voltou a ficar a disposição da Delegacia Geral.

Cavalcante foi preso pela Polícia Federal em 2003 na operação “Águia”. Ao todo, 26 pessoas foram presas por integrar um grupo que agia com tráfico internacional de drogas; lavagem de dinheiro; extorsão; roubo e clonagem de veículos; prevaricação, e peculato. O grupo agia em Manaus, Tabatinga (a 1.118 quilômetros da capital, na fronteira) e em São Paulo.

A nomeação e posse de “He-Man” como adjunto da Derfd causou polêmica nas redes sociais. No Portal A Crítica, a notícia sobre o caso teve 91 compartilhamentos e 102 comentários, a maioria desaprovando Cavalcante como adjunto da delegacia. Entretanto, segundo a PC-AM, “He-Man” estava na Roubos e Furtos apenas na área administrativa.

Por meio de nota, a assessoria da Polícia Civil informou que José Cavalcante foi reintegrado ao corpo de servidores da instituição no dia 03 de abril de 2014, por decreto publicado no Diário Oficial do Estado. Ele estava à disposição para lotação e, agora, deixou a equipe da Derfd e voltou a atividades de cunho administrativo na Delegacia Geral.

‘Ronda no Bairro’

No último dia 9, o tenente-coronel da Polícia Militar Raimundo Roosevelt da Conceição de Almeida Neves foi nomeado como secretário executivo adjunto do “Ronda no Bairro”, programa de segurança pública do Governo do Estado. Roosevelt é réu em ação penal no Tribunal de Justiça do AM por se envolver homicídios, formação de quadrilha, corrupção e crime organizado, no caso que ficou conhecido como “caso Fred”.