Log in

Bem-vindo Log out Alterar dados pessoais

Esqueceu a senha?

X

Qualquer dúvida click no link ao lado para contato com a Central de Atendimento ao Assinante

Esqueceu a senha?

X

Sua senha foi enviadad para o e-mail:

Presidente do PSD, Gilberto Kassab chega a Manaus para encontro com Omar Aziz e aliados

Reunião entre as lideranças nacional e estadual do partido resulta em declaração de apoio ao PT, na frente nacional, e em novas pistas sobre as eleições de 2014

Omar, Kassab e José Melo: o atual governador terá o apoio do PSD à reeleição, com um vice indicador por Omar Aziz

Omar, Kassab e José Melo: o atual governador terá o apoio do PSD à reeleição, com um vice indicado por Omar Aziz (Evandro Seixas)

Um encontro realizado nesta sexta (2) entre o presidente nacional do Partido Social Democrático (PSD), Gilberto Kassab, e sua principal liderança no Amazonas, o ex-governador Omar Aziz, dá novas pistas sobre o cenário das eleições em outubro.

Os dois, e mais parlamentares da base de apoio a Omar, promoveram uma coletiva de imprensa no Hotel Caesar Business, na Av. Darcy Vargas, Zona Centro-Sul de Manaus, para aproveitar a passagem de Kassab, que cumpre uma rápida agenda na cidade para, segundo ele mesmo, congratular Omar Aziz por seu desempenho à frente do Executivo estadual.

O ex-governador, que deixou a função para se candidatar ao Senado no mês passado, evitou dar maiores detalhes sobre alianças e apoios para outubro. Não descartou, porém, uma possível aproximação com o PSDB, do prefeito Arthur Neto. “Bom, ter um parlamentar tão atuante quanto o Arthur foi no Senado, me apoiando, é uma honra. Agora, ainda tem muita água pra correr debaixo dessa ponte. É muito cedo pra eu poder dar maiores detalhes sobre chapas e apoios partidários”, disse Omar, que pediu maior destaque à passagem de Kassab por Manaus.


O ex-prefeito de São Paulo, que deixou o cargo em março para disputar o governo do estado, exaltou a liderança de Omar no Amazonas, bem como o prestígio em ter o governador mais bem avaliado do País, conforme pesquisa divulgada em dezembro último, nas fileiras do partido. Sobre as movimentações nacionais da sigla, porém, o pré-candidato foi enfático: “Não é fácil criar um partido, e nós enfrentamos bastante hesitação, e até mesmo resistência dos colegas, durante a criação do PSD. O único partido que deu apoio irrestrito à nossa formação foi o PT, portanto, o PSD nacional vai caminhar junto com o PT nas eleições presidenciais deste ano”, afirmou.

Nos tabuleiros estaduais, porém, Kassab garantiu que as movimentações ficam a cargo dos líderes, o que inclui o Amazonas e Aziz. O político paulista também afirmou que a meta do PSD, neste ano, é ampliar a presença do partido no Congresso, elegendo mais deputados e senadores. “Disputar a Presidência, caso isso seja uma possibilidade, é algo a ser pensado só a partir de 2018”, garantiu.

Vice indicado por Omar

O atual governador, José Melo, chegou próximo ao fim da coletiva, mas confirmou que a formação da chapa encabeçada por ele para o governo do estado, nas eleições deste ano, terá o vice indicado por Omar. “É uma coisa que já havia sido acertada: eu tenho o apoio do ex-governador Omar, e é de interesse da coligação ter um vice indicado por ele”, esclareceu Melo.

Gilberto Kassab fica em Manaus até o início da tarde deste sábado (3). Ele cumpre uma agenda informal, a convite de Omar, pela manhã.