Log in

Bem-vindo Log out Alterar dados pessoais

Esqueceu a senha?

X

Qualquer dúvida click no link ao lado para contato com a Central de Atendimento ao Assinante

Esqueceu a senha?

X

Sua senha foi enviadad para o e-mail:

Produção industrial no AM foi a pior do País na passagem do mês de maio para junho deste ano

De 14 locais pesquisados pelo IBGE, a produção industrial do Amazonas liderou ranking de queda, com -9,3%. Na comparação com o mesmo período de 2013, o Estado também teve pior queda, com -16,1%

A política de incentivos fiscais do modelo Zona Franca é que mantém o Polo Industrial de Manaus competitivo

Amazonas foi pior local avaliado pelo IBGE (Divulgação - Caio Batista)

A produção industrial caiu em 11 dos 14 locais pesquisados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) na passagem de maio para junho deste ano. As principais quedas foram registradas nos estados do Amazonas (-9,3%), Paraná (-7,5%), de Pernambuco (-7,4%) e do Ceará (-5,4%).

Na comparação de junho deste ano com o mesmo período do ano passado, 12 dos 15 locais pesquisados (o Mato Grosso também é pesquisado neste tipo de comparação) tiveram queda na produção, com destaque também para Amazonas (-16,1%).

De maio para junho, outros locais que tiveram recuo mais intenso do que a média nacional (-1,4%) foram a Região Nordeste (-4,4%), Santa Catarina (-4%), Rio Grande do Sul (-2,3%), Pará (-2%) e Minas Gerais (-1,7%). Completam a lista dos locais com queda na produção industrial, os estados da Bahia (-1,1%) e de São Paulo (-1%).

Apenas três estados tiveram comportamento diferente da média nacional e apresentaram variações positivas da produção industrial: Rio de Janeiro (5,4%), Espírito Santo (3,5%) e Goiás (0,4%). No acumulado do ano, dez locais resistiram à queda, sendo a maior em São Paulo (-5%). No acumulado de 12 meses, a produção recuou em cinco locais.