Log in

Bem-vindo Log out Alterar dados pessoais

Esqueceu a senha?

X

Qualquer dúvida click no link ao lado para contato com a Central de Atendimento ao Assinante

Esqueceu a senha?

X

Sua senha foi enviadad para o e-mail:

Profissionais alertam para os problemas causados pela gripe no período chuvoso

Médicos ressaltam importância da vacinação contra o Influenza em crianças menores de cinco anos e idosos com idade superior a 60. Campanha Nacional ocorre até o dia 9 de maio e população de Manaus pode ter acesso à imunização em UBSs

Segundo médica Amanda Alecrim, todos deveriam se vacinar

Segundo médica Amanda Alecrim, todos deveriam se vacinar (Márcio Silva)

Espirros, tosse, dor no corpo e um pouco de febre. Nesse período chuvoso é mais fácil ficar gripado e com problemas respiratórios. No entanto, ao contrário do que muitos pensam, gripe é algo sério e que pode, sim, levar ao óbito, por isso é de extrema importância se vacinar contra a gripe.

“O benefício da vacinação é enorme. A gripe é uma doença viral do sistema respiratório (causada pelo vírus influenza) e, por isso, é de alta transmissibilidade entre as pessoas. Uma das formas de fazer a prevenção é vacinando o maior número de pessoas. Por que o Ministério da Saúde divulga uma faixa etária (na campanha de vacinação)? Porque crianças de cinco anos e pessoas maiores de 60 anos são os grupos de maior risco, mas há também profissionais da saúde, cardiopatas, diabéticos, babás... A gripe pode levar à morte”, disse a médica Amanda Alecrim, que trabalha exclusivamente com vacinação na Vacinar – Centro de Vacinação.

Geral

Segundo a profissional, todos deveriam se vacinar – crianças a partir de seis meses já podem. “Tanto as crianças como os adultos precisam ser vacinados todos os anos, pois o nível de anticorpos protetores produzidos com a vacinação começa progressivamente a declinar oito a dez meses após a aplicação da vacina, conferindo proteção por pouco menos de um ano. Da mesma forma, o vírus sofre mutações, grandes ou pequenas, anualmente, de modo que de um ano para outro pode circular um vírus diferente, contra o qual a vacina do ano anterior não é mais eficiente”. A vacina protege contra influenza A (H1N1 e H3N2) e B.

Período

A vacina deve ser tomada antes da temporada da influenza, o que geralmente ocorre no inverno, e logo que a vacina se torna disponível. Assim, normalmente, é aconselhável a vacinação no outono (no Brasil, entre março e maio). Duas semanas após a aplicação, níveis satisfatórios de anticorpos protetores são atingidos.

“Essa vacina não imuniza contra resfriado, pois essa doença não é causada pelo vírus influenza, mas por outros tipos de vírus, como o adenovirus, o rinovirus, o coronavirus, o vírus respiratório sincicial, o parainfluenza”, explicou Amanda, complementando que pessoas com hipersensibilidade à proteína do ovo, crianças menores de seis meses e pessoas alérgicas aos componentes da vacina não devem se vacinar.

“As reações adversas são pouco comuns, passageiras e geralmente leves e locais. Reações sistêmicas também são leves e raras e incluem febre baixa, mialgia e mal estar, iniciando 6 a 12 horas após a aplicação e duram menos de 2 dias”.

Campanha

A vacina está disponível na rede pública para crianças de seis meses a menores de cinco anos e pessoas que tenham a partir de 60 anos de idade. A 16ª Campanha Nacional de Vacinação contra a Influenza ocorre até o dia 9 de maio. A população de Manaus pode ter acesso à vacina nas Unidades Básicas de Saúde espalhas pela cidade.