Log in

Bem-vindo Log out Alterar dados pessoais

Esqueceu a senha?

X

Qualquer dúvida click no link ao lado para contato com a Central de Atendimento ao Assinante

Esqueceu a senha?

X

Sua senha foi enviadad para o e-mail:

Quadrilha fortemente armada é flagrada pela polícia em orgia com adolescentes e drogas

Após denúncias anônimas, policiais militares da Rocam encontraram cinco homens e uma adolescente de 13 anos. Eles acabaram com a "festa" promovida pelos criminosos depois de encontrarem drogas e armas de uso restrito

quadrilha orgia

Policiais da Rocam flagram o grupo (Divulgação)

Uma quadrilha fortemente armada foi presa com drogas e realizando orgias com menores de idade em uma casa localizada na rua Laço do Amor, esquina com a rua Magnólia, na 1ª etapa do bairro Jorge Teixeira, Zona Leste da cidade, por volta das 3h de quinta-feira (17).

Os policiais militares da Ronda Ostensiva Cândido Mariano (Rocam) receberam denúncias anônimas informando que na casa estaria rolando drogas e sexo com adolescentes. Quando chegaram ao local, os policiais flagraram Wilson Brito de Souza, de 18 anos, mantendo relações sexuais com uma adolescente de 13 anos, além de outros cinco homens aguardavam sua vez.

Eram eles: Gilvanilson Bentes Mamed, 22 anos, conhecido como “Chocolate”; Edvan Valder Gaia, 18 anos, conhecido como “Pula”; Antônio Wandeley dos Santos, 25 anos; Júlio Santos da Silva, 24, que seria primo de um dos chefes do tráfico conhecido como “Major”; e um adolescente de 15 anos.


Embaixo da cama a polícia militar encontrou drogas e uma pistola 9 milímetros, e começou a questionar os integrantes da quadrilha sobre a procedência das armas. Em um dos celulares apreendidos na casa, um dos suspeitos segurava uma metralhadora como sinal de ostentação e poder. Pressionados pela polícia, eles indicaram onde guardavam o armamento.

Em uma quitinete localizada na mesma rua e que era alugada só para guardar armas e drogas, os policiais encontraram a metralhadora 9 milímetros, um revólver 7 polegadas calibre 38, 45 munições 9 milímetros e aproximadamente um quilo de drogas, entre cocaína, maconha e oxi.

O material apreendido e os envolvidos foram levados ao 14º Distrito Integrado de Polícia (DIP). O delegado plantonista Robson Siqueira disse que na área onde a quadrilha foi presa existe uma grande briga por conta do tráfico de drogas. “São duas facções rivais, a PCC e a FDN, que disputam o espaço. Para isso, eles se armam de todas as formas, inclusive com armas de uso restrito”, destacou.

Na delegacia, a adolescente confessou que era usuária de drogas e fazia programas para os homens em troca de entorpecentes e dinheiro. A mãe dela, que não teve o nome revelado, também esteve no DIP e disse, bastante angustiada, que não tinha conhecimento sobre o que estava acontecendo e que todos os dias ela saia para trabalhar a noite e deixava a filha em casa.

Edvan foi levado à Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS) para prestar depoimento, já que ele é suspeito de ter participado de alguns homicídios naquela área. Os cinco homens foram autuados em flagrante pelos crimes de tráfico de drogas, associação para o tráfico, corrupção de menores, formação de quadrilha e porte e posse de arma de fogo de uso restrito. Os adolescentes foram encaminhados à Delegacia Especializada em Apuração de Atos Infracionais (Deaai).