Log in

Bem-vindo Log out Alterar dados pessoais

Esqueceu a senha?

X

Qualquer dúvida click no link ao lado para contato com a Central de Atendimento ao Assinante

Esqueceu a senha?

X

Sua senha foi enviadad para o e-mail:

Prefeito de Parintins promete acionar Eletrobrás para por fim nas constantes faltas de energia

A geração de eletricidade em Parintins ainda é feita por termoelétrica a diesel. Apesar de ser uma concessão federal e sem nenhum vinculo com a prefeitura, os moradores cobram providências do poder municipal

Prefeito se reuniu com autoridades para tomar as devidas providencias

Prefeito se reuniu com autoridades para tomar as devidas providencias (Divulgação)

As constantes faltas de energia no município de Parintins fizeram com que a Prefeitura de Parintins acionasse a empresa Eletrobrás Amazonas Energia. Somente nessa semana, por diversas vezes, a cidade ficou sem o serviço, prejudicando os moradores, o comércio e a própria administração municipal.  

A geração de eletricidade em Parintins ainda é feita por termoelétrica a diesel. Apesar de ser uma concessão federal e sem nenhum vinculo com a prefeitura, os moradores cobram providências do poder municipal. “Estamos sendo cobrados por um serviço que não administrado por nós, enquanto prefeitura. Há vários anos enfrentamos o problema, que também atinge outros municípios do Amazonas, por isso queremos é que concessionária tome alguma providência”, disse o prefeito Alexandre da Carbrás (PDS).

O prefeito falou também que em maio deste ano, o governo federal anunciou uma nova linha de transmissão de energia. Desta vez, um leilão irá definir quem fará a ligação entre o município de Parintins, distante a 369 quilômetros de Manaus, ao Sistema Elétrico Nacional, por meio do Linhão de Tucuruí.  “Nós esperamos que isso realmente saia do papel, para resolver de uma vez esse problema precário”, falou.

De acordo com a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel),  as linhas de transmissão nos estados do Pará e Amazonas tem previsão de entrada em operação comercial de 24 a 42 meses.  A receita anual permitida foi estipulada em R$ 102,161 milhões.

Alexandre da Carbrás (PSD) ressalta que a interligação do município de Parintins deve acabar em definitivo com o problema de racionamentos de energia elétrica na cidade, já que a geração de eletricidade é feita ainda por termoelétrica a diesel. “Entendo que isso é um passo fundamental para o desenvolvimento do nosso município. O sistema das termoelétricas é limitado e causa muitos prejuízos para a cidade”, destacou o prefeito. 

*Com informações de assessoria.