Log in

Bem-vindo Log out Alterar dados pessoais

Esqueceu a senha?

X

Qualquer dúvida click no link ao lado para contato com a Central de Atendimento ao Assinante

Esqueceu a senha?

X

Sua senha foi enviadad para o e-mail:

Servidores da Suframa decidem manter greve após proposta do Governo Federal

Segundo o sindicato dos funcionários, os termos da proposta não trazem nenhuma solução concreta para as reivindicações da categoria

A greve geral dos servidores da Superintendência da Zona Franca de Manaus (Suframa), que está perto de completar um mês (ela teve início no dia 19 de fevereiro), continua num impasse. Segundo o Sindicato dos Funcionários da Suframa (Sindframa), no fim da tarde desta segunda-feira (17), o Governo Federal enviou uma proposta para negociar o fim da manifestação.

Os termos não foram aceitos pela categoria – em nota, o Sindicato chegou a qualificar o conteúdo da proposta como uma “afronta”. Entre outras coisas, os grevistas acusam o Governo de não oferecer nenhum direcionamento para as demandas dos servidores, além de impedir qualquer reajuste nos salários até 2015.

O Sindframa afirmou ainda que a única medida concreta presente na proposta foi a criação de um grupo de trabalho para promover estudos sobre o aperfeiçoamento e a reestruturação da carreira dos servidores, a qual, segundo eles, ainda nem existe.

Os servidores da Suframa reivindicam a reestruturação da tabela de salários, que está defasada desde 2008, a criação de uma carreira própria, a reestruturação das áreas descentralizadas, o retorno da autonomia da autarquia e a aprovação mais rápida dos Processos Produtivos Básicos (PPBs).

Após recusar os termos propostos pelo Governo, o Sindframa enviou uma contraproposta reforçando as reivindicações. Para esta terça-feira (18), foi marcada uma reunião, na qual serão apresentados ambos os documentos, bem como serão discutidas medidas para fortalecer o movimento grevista.