Log in

Bem-vindo Log out Alterar dados pessoais

Esqueceu a senha?

X

Qualquer dúvida click no link ao lado para contato com a Central de Atendimento ao Assinante

Esqueceu a senha?

X

Sua senha foi enviadad para o e-mail:

Sindicato dos servidores públicos repudia critérios para eleição de reitor da UEA

Sispeam quer peso igualitário de voto entre professores, alunos e técnicos administrativos para escolha de reitor da universidade

O Sindicato dos Servidores Públicos Estaduais do Amazonas (Sispeam) emitiu nota nesta sexta-feira criticando os critérios para eleição de reitor da Universidade do Estado do Amazonas (UEA), que deverá ser realizada no dia 20 de março de 2014. O Sispeam defendeu que a regulamentação de consulta à comunidade universitária.

O Governo do Estado anunciou esta semana eleição direta para a escolha do reitor da UEA, figura que sempre foi indicada pelo governador desde a criação da universidade, em 2001. O atual reitor da UEA é Cleinaldo Costa.

O colégio eleitoral terá peso de 70% para os professores, 20% para os alunos e 10% para os técnicos administrativos da universidade, de acordo com a proposta do Conselho Universitário da Universidade do Estado do Amazonas. Só poderão concorrer ao cargo docentes com titulação de mestre ou doutor.

“Notadamente, ficando o poder de decisão nas mãos de um único segmento, onde o conteúdo democrático concreto ficou esvaziado, pois apesar de todos poderem votar, não tem o poder de eleger”, disse a nota.

O presidente em exercício do Sispeam, Edvaldo Grangeiro, defende peso de 1/3 (33%) para cada uma das categorias na escolha do reitor, como praticado em inúmeras universidades.

“Fizemos um documento de repúdio porque não concordamos com esta forma de eleição. O governo diz que é democrático e nós achamos que não é. Queremos peso igualitário de 33% para cada participante do processo de escolha do reitor, como eleição democrática. A UEA joga na lama este momento histórico, instituindo um processo que não coadune com os princípios que nortearam a sua criação, dentre os quais destacamos: gestão democrática e alternância de poder”, ressaltou o presidente em exercício do Sispeam.

Anúncio

Antes de assumir a reitoria da UEA, Cleinaldo Costa foi diretor da Escola Superior de Ciências da Saúde (ESA) por dois mandatos, eleito por meio das eleições diretas que já acontecem nas unidades da UEA para diretores e coordenadores de curso.

“Eleger seu reitor é um anseio da comunidade acadêmica da UEA e, ao completar um ano de gestão, exatamente no dia 21 de março de 2014, terei o prazer e o privilégio de poder anunciar o resultado dessa eleição histórica dentro da nossa Universidade”, destacou Costa.