Log in

Bem-vindo Log out Alterar dados pessoais

Esqueceu a senha?

X

Qualquer dúvida click no link ao lado para contato com a Central de Atendimento ao Assinante

Esqueceu a senha?

X

Sua senha foi enviadad para o e-mail:

Sobrinha do delegado Oscar Cardoso assassinado a tiros é presa em Santarém (PA)

Segundo a polícia do Amazonas, a jovem foi presa em cumprimento ao mandado de prisão expedido pela 2ª Vara do Tribunal do Júri e será trazida para Manaus nesta quinta-feira (20)

Karina Cristiane Pereira do Nascimento, sobrinha do delegado Oscar. Segundo a polícia, ela indicou aos bandidos o local onde o tio estaria

Karina Cristiane Pereira do Nascimento, sobrinha do delegado Oscar. Segundo a polícia, ela indicou aos bandidos o local onde o tio estaria (Divulgação/ Polícia Civil)

Karina Nascimento, sobrinha do delegado Oscar Cardoso, foi presa em Santarém, no Pará, na tarde desta quarta-feira (19), quando estava na casa de familiares, no bairro Prainha. Ela é acusada pela polícia de ter participado na morte do tio, fornecendo informações sobre a localização de Oscar no dia do crime, 9 de março, quando foi morto com mais de 20 tiros.

Karina passou por exame de corpo de delito no Instituto Médico Legal (IML) do Pará e foi encaminhada ao Centro de Recuperação Agrícola Silvio Hall de Moura, onde aguardará a equipe de polícia do Amazonas que fará a transferência dela para Manaus.

Segundo a assessoria de comunicação da Polícia Civil do Amazonas, amanhã, quinta-feira (19), o delegado titular da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS), Paulo Martins, e uma equipe do grupo FERA, viajam para a cidade de Santarém (PA), para trazer Karina de volta a Manaus.

O juiz da 2ª Vara do Tribunal do Júri Anézio Rocha Pinheiro expediu mandados de prisão temporária para Karina, Fábio Diego Matos de Oliveira, 27, o “Piu Piu”, e o líder da facção Família do Norte (FDN), João Pinto Carioca, o “João Branco”, o cumprimento dos mandados começaram na manhã de terça-feira (18), mas até o início desta quarta-feira (19) os três não tinham sido presos.