Log in

Bem-vindo Log out Alterar dados pessoais

Esqueceu a senha?

X

Qualquer dúvida click no link ao lado para contato com a Central de Atendimento ao Assinante

Esqueceu a senha?

X

Sua senha foi enviadad para o e-mail:

Suposta mãe de bebê jogado em terreno baldio em Itacoatiara é presa nesta terça-feira (17)

Em depoimento, Dayane apenas admitiu ter dado a luz à criança na tarde do dia 12 de junho e abandonado o bebê ainda vivo no local onde foi encontrado

Bebê foi encontrado morto dentro de mala no interior do AM, diz polícia

Bebê foi encontrado morto dentro de mala no interior do AM, diz polícia (Divulgação)

A Polícia Civil do Amazonas, após investigação coordenada por Ketlen Pereira, delegada titular da 2ª Delegacia Interativa de Polícia (DIP) em Itacoatiara (AM), realizou na manhã desta terça-feira (17) a prisão de Dayane dos Santos Silva, de 20 anos, no bairro Jauary, no município amazonense.

Dayane foi apontada como a suposta mãe e responsável pelo abandono de um bebê recém-nascido ainda com vida dentro de uma mala, atirada num terreno baldio na última sexta-feira (13).

A denúncia foi recebida pela delegacia de Itacoatiara ainda na tarde de sexta-feira, que informava que em um terreno baldio utilizado como depósito de lixo na rua Pompilho Marques, uma pessoa havia achado uma mala abandonada e se surpreendido ao abrir e encontrar dentro o corpo de uma criança do sexo masculino, enrolada em lençóis sujos de sangue, já morta.

A equipe de investigação da delegacia foi até o local e, chegando lá, constatou a veracidade da denúncia. Logo depois, a Polícia Civil (PC) realizou as primeiras providências, como manter o local intacto e isolado, além de encaminhar o corpo ao hospital local para as providências do Instituto Médico Legal (IML) e também serem feitos os exames para identificar a maternidade.

A equipe de investigação da PC identificou a mala encontrada no local como sendo da suposta mãe, Dayane dos Santos Silva, que foi presa em sua própria casa no bairro Jauary, e conduzida diretamente à delegacia.

Em depoimento, Dayane apenas admitiu ter dado a luz à criança na tarde do dia 12 de junho e abandonado o bebê ainda vivo no local onde foi encontrado na manhã do dia seguinte.

Dayane será autuada pelo crime de Homicídio Qualificado (conforme o artigo 121 do Código Penal Brasileiro), mas ainda está detida no 2º DIP, aguardando o resultado de exames realizados pelo IML e pelo Hospital Geral de Itacoatiara José Mendes, para confirmar seu parentesco com a criança.