Log in

Bem-vindo Log out Alterar dados pessoais

Esqueceu a senha?

X

Qualquer dúvida click no link ao lado para contato com a Central de Atendimento ao Assinante

Esqueceu a senha?

X

Sua senha foi enviadad para o e-mail:

Tráfego é liberado na BR-174 após conclusão da ponte provisória

Exército Brasileiro concluiu a instalação de uma ponte metálica no km 58, que havia sido interditado hoje (5); trecho sofreu um desmoronamento no domingo (2) abrindo uma cratera na rodovia

Soldados do Exército trabalharam durante todo o dia para instalação da ponte

Soldados do Exército trabalharam durante todo o dia para instalação da ponte (Trânsito Manaus)

O tráfego na rodovia federal BR-174 (que liga Manaus a Boa Vista) será liberado a partir das 22h desta quarta-feira (5), após nova interdição feita na manhã de hoje para a instalação de uma ponte metálica executada pelo Batalhão de Engenharia do Exército Brasileiro. Segundo informações na Fan Page do Trânsito Manaus no Facebook, a ponte provisória, situada no km 60 da rodovia, suporta 23 toneladas.

A previsão inicial da Polícia Rodoviária Federal (PRF), que possui um posto no km 43 da rodovia, era que a passagem só iria normalizar na manhã desta quinta-feira (5).

O desmoronamento ocorrido no domingo (2) bloqueou totalmente a passagem de veículos na rodovia no trecho localizado às margens de um igarapé, que já apresentava rachaduras desde a semana passada.

O fato causou transtorno para motoristas e passageiros que viajavam pela estrada durante o carnaval, formando filas de veículos em ambos os sentidos, até a liberação na noite de segunda-feira (3).

O Departamento Nacional de Infraestrutura de Transporte (DNIT) começou as obras de contenção na segunda-feira (3) pela manhã e liberou o tráfego para veículos leves no mesmo dia à noite, que desde lá vinha sendo monitorado com cautela pela PRF.

A BR-174 é a única rodovia federal em atividade plena, que liga o Amazonas à Roraima, seguindo até a Venezuela. As BR-319 (Manaus-Porto Velho), BR-230 (Lábrea (AM) -Cabedelo (PB)) e BR-317 (Boca do Acre-Rio Branco) estão em estado de abandono e em condições extremamente precárias para o tráfego fluente de veículos.