Log in

Bem-vindo Log out Alterar dados pessoais

Esqueceu a senha?

X

Qualquer dúvida click no link ao lado para contato com a Central de Atendimento ao Assinante

Esqueceu a senha?

X

Sua senha foi enviadad para o e-mail:

Ufam oferece curso de graduação em Libras já em 2014

Curso terá duração de quatro anos e passará a ser ofertado também pelo Processo Seletivo Contínuo (PSC)

Profissionais devem estar aptos para trabalhar no ensino de pessoas surdas

Profissionais devem estar aptos para trabalhar no ensino de pessoas surdas (Divulgação/Ufam)

A partir deste ano, a Universidade Federal do Amazonas (Ufam) passa a ofertar o curso de Licenciatura em Letras - Libras (Língua Brasileira de Sinais). O curso já consta na relação de cursos de graduação da Ufam disponível para acesso no Sistema de Seleção Unificada (Sisu) e será oferecido no turno vespertino com 30 vagas já para o primeiro período de 2014.

O curso de Letras – Libras terá duração de quatro anos e formará profissionais habilitados a trabalhar com a Língua Brasileira de Sinais no ensino de pessoas surdas dentro da educação formal proporcionado pelas escolas públicas e particulares. A partir de 2015, o curso de Letras - Libras passará a ser ofertado também pelo Processo Seletivo contínuo (PSC).

De acordo com o pró-reitor de Ensino de Graduação, professor Lucídio Rocha, ao ofertar o curso de Licenciatura Letras – Libras, a Ufam cumpre o seu papel como instituição de ensino que visa a formação de cidadãos e o desenvolvimento da Amazônia.

“A Ufam está cumprindo muito bem a sua missão social de, não só formar, mas formar para incluir, formar com responsabilidade social e trazer para dentro da Universidade uma parcela da sociedade que está pronta, esperando uma oportunidade de formação”, declarou o professor Lucídio Rocha.

Segundo o pró-reitor, o governo federal, por meio do Decreto 7.612 de 2011, instituiu o Plano Nacional dos Direitos da Pessoa com Deficiência - o Plano Viver sem Limite - que visa promover o exercício pleno e justo dos direitos das pessoas com deficiência. 

Uma das ações desse plano é estimular a criação de cursos de graduação de formação de professores para trabalhar com pessoas com necessidades especiais. “A Ufam, convidada pelo governo a aderir ao programa, o fez em maio de 2013 e a partir daí, vem construindo o projeto pedagógico do curso e, já como uma iniciativa de receber alunos para ele, inseriu-o na relação de cursos que oferta para o Sisu com 30 vagas”, revelou o pró-reitor.

A Ufam faz parte de um conjunto de universidades que aderiu a essa proposta como as Universidades Federais de Santa Catarina e do Ceará. Segundo o pró-reitor o curso de Licenciatura em Letras – Libras é um curso regular, de oferta anual e seguirá o processo de criação normal.

“Nós estamos na fase de organização do projeto pedagógico do curso, levando em consideração as diretrizes para um curso de formação de professores em Libras e vamos receber para alunos já para o primeiro semestre”, informou o professor Lucídio Rocha.

Ainda conforme o pró-reitor a construção do projeto pedagógico é o primeiro passo para a regulamentação de um curso superior. Posteriormente, é feita a inserção do projeto do curso na base de dados do governo, a e-MEC.

“É com a inserção dos dados na base que começa a ser desencadeado o processo de avaliação do curso. Ele será avaliado ao longo de seu desenvolvimento até receber a autorização do funcionamento. A seguir, vem o reconhecimento e a revalidação de reconhecimento como última etapa”, declara o gestor da Proeg.

*Com informações da Ufam