Log in

Bem-vindo Log out Alterar dados pessoais

Esqueceu a senha?

X

Qualquer dúvida click no link ao lado para contato com a Central de Atendimento ao Assinante

Esqueceu a senha?

X

Sua senha foi enviadad para o e-mail:

Vereador de Manaus ensina a ficar rico em anúncios

Dirigente e garoto-propaganda da Rede Sorriso, Roberto Sabino (Pros) ‘vende’ vantagens financeiras e de serviços da empresa, mas nega qualquer semelhança com esquema de pirâmide financeira

Nas ruas, peça publicitária exibe o vereador Roberto Sabino convidando possíveis sócios-captadores para a Rede

Nas ruas, peça publicitária exibe o vereador Roberto Sabino convidando possíveis sócios-captadores para a Rede (Evandro Seixas)

Baseado na captação de dinheiro por meio da adesão de novos membros, a empresa Rede Sorriso, que tem o vereador Roberto Sabino (Pros) como presidente de honra, traz aos amazonenses a possibilidade de ficarem rico. No site e em vídeos promocionais, o vereador dá garantias de faturamento de até R$ 838,8 mil em cima do valor da mensalidade de um plano odontológico pago por membros recrutados.

Em entrevista a A CRÍTICA, na tarde de quinta-feira, o vereador descartou qualquer semelhança do serviço oferecido por ele ao modelo de pirâmide financeira cuja prática é ilegal no Brasil.

Estimativa apresentada por Roberto Sabino indica que aproximadamente 80 pessoas já aderiram à Rede Sorriso nos últimos 50 dias. A empresa promete atendimentos odontológicos, da limpeza dentária com aplicação de flúor a peças de platina, dependendo do plano que o cliente contratar. O valor da mensalidade varia de R$ 50 a R$ 300.

A empresa ainda oferece a possibilidade de o cliente ganhar dinheiro, quando aceita convocar novos membros para participar da Rede Sorriso, em uma espécie de rede de negócios. Há quatro planos em que os clientes podem se inscrever: bronze, prata, ouro e diamante. Os ganhos financeiros máximos virão quando o captador conseguir, em qualquer uma dessas quatro modalidades, fechar um grupo de 46.656 participantes.

O plano bronze, o mais simples da rede, exige o pagamento de uma taxa de R$ 60 para o cliente se tornar um captador de novos membros. Segundo as regras dispostas no site, é necessário o mínimo de seis novos membros para criar uma “rede” própria e começar a ter lucros. Todos os membros da nova rede criada, inclusive o captador, devem pagar ainda, mensalmente, R$ 50 para custear o plano odontológico.

“Quando você indica uma pessoa você ganha R$ 10 (em cima) daquela pessoa. Quando ela pagar a mensalidade você vai receber 6% do valor que ela pagou pra empresa”, exemplicou o vereador ao explicar a lógica da captação de recursos.

Os números aumentam de acordo com o nível do plano contratado. Os adeptos ao “plano prata”, por exemplo, precisam pagar uma taxa de adesão de R$ 300 e mensalidade de R$ 80 para começar a ganhar. A cada novo membro, o captador receberia R$ 50 de “brinde” pela adesão e R$ 4,80 de cada mensalidade paga pelos associados.

O captador que aderir ao “plano ouro” poderá ganhar até R$ 555 mil por mês. Para isso, precisa encontrar pessoas dispostas a pagarem R$ 200 por mês pelo plano odontológico. Os interessados nesse serviço e que virarem captadores terão que pagar uma taxa de R$ 1 mil de adesão, além do valor da mensalidade.

O plano diamante é o nível mais alto apresentado pela empresa. Com ele, promete a Rede Sorriso, o captador pode ganhar até R$ 839,8 mil por mês em cima das mensalidades pagas. O valor da mensalidade é de R$ 300, mas ainda é preciso pagar R$ 2 mil para aderir a esse plano.

Cinco odontólogos na empresa
A Rede Sorriso conta com apenas cinco odontólogos, informou o vereador Roberto Sabino. Da lista de funcionários constam: o filho de Roberto Sabino, Adriano Albuquerque Rodrigues, a filha e a esposa do parlamentar, que segundo o vereador são formados em odontologia. Há uma dentista contratada e o próprio vereador que, juntos, formam a equipe de atendimento nessa área.

“Eu atuo de vez em quando, porque eu também sou odontólogo. Mas como eu não tenho muito tempo não fico lá (na sede da empresa) direto”, disse o vereador durante a entrevista.

O motivo de poucos funcionários para atender no plano odontológico, segundo o vereador, se dá porque a empresa é recente, explicou o vereador Roberto Sabino. A Sorriso está funcionando há um mês em meio, de acordo com o parlamentar.

No vídeo promocional divulgado pelo vereador e disponível para acesso no Youtube, é divulgado o CNPJ 18.328.557/0001-11 para comprovar que a empresa é amazonense. No site do Ministério da Fazenda, a empresa aparece como regulamentada no dia 19 de junho do ano passado. É o nome do filho do vereador que consta como responsável.

Ministério explica diferenças
A Rede Sorriso é apresentada ao público como uma “rede multinível”, modelo considerado legal no Brasil. Nota Técnica, publicada pelo Ministério da Fazenda em 16 de maio de 2013, explica que uma rede multinível é “uma maneira de organizar e remunerar revendedores envolvidos em vendas diretas”.

Na prática, o modelo prevê uma remuneração de vendas diretas no qual revendedores podem receber ganhos de duas maneiras: compensação pelas revendas de produtos e serviços a consumidor feitas por ele ou pelas vendas de funcionários que ele recrutou.

O Ministério da Fazenda também diferencia, na mesma portaria, a rede multinível do modelo de pirâmide financeira. Diz a nota: “Grosso modo, pode-se dizer que pirâmides financeiras ou esquemas piramidais podem ser compreendidos como promessas de ganhos elevados e de curto prazo, em especial para aqueles que iniciam a cadeia. As pirâmides financeiras prometem altos retornos financeiros, ou dividendos, que, regra geral, não estão disponíveis através de investimentos tradicionais”. O modelo de pirâmide é ilegal no Brasil.