Log in

Bem-vindo Log out Alterar dados pessoais

Esqueceu a senha?

X

Qualquer dúvida click no link ao lado para contato com a Central de Atendimento ao Assinante

Esqueceu a senha?

X

Sua senha foi enviadad para o e-mail:

Voo da American Airlines faz pouso de emergência em Manaus após denúncia de sequestro

A aeronave com 127 passageiros a bordo, que fazia o trajeto do Rio de Janeiro até Miami, na Flórida (EUA), teve que parar emergencialmente no Aeroporto Internacional Eduardo Gomes para passar por uma vistoria, fechando as pistas do local por alguns minutos

A avião da American Airlines fez um pouso de urgência em Manaus e foi liberado após vistoria da PF e Infraero (foto meramente ilustrativa)

A avião da American Airlines fez um pouso de urgência em Manaus e foi liberado após vistoria da PF e Infraero (foto meramente ilustrativa) (Reprodução/Internet)

O voo 9004 da companhia aérea norte-americana American Airlines, que fazia Rio de Janeiro-Miami com 127 passageiros a bordo, parou emergencialmente em Manaus no começo da madrugada desta segunda-feira (3) por causa de denúncias de sequestro da aeronave e bomba no avião.

O avião pousou no Aeroporto Internacional Eduardo Gomes, localizado na Zona Oeste de Manaus, às 0h04. A Polícia Federal realizou vistoria porém nada foi encontrado e o vôo foi liberado, decolando às 2h36.

A assessoria de imprensa da Infraero declarou que o pouso inesperado de nenhum modo afetou as operações do aeroporto, que ficou com seus cronogramas de pouso e decolagem normalizados.

O Comando da Aeronáutica informou, por meio de nota, que na noite de domingo (2) o Sistema de Controle do Tráfego Aéreo identificou no radar que o voo havia acionado o código relativo à interferência ilícita.

Conforme orientação do Sistema de Defesa Aeroespacial Brasileiro (SISDABRA), o avião pousou em Manaus. Uma aeronave de defesa aérea acompanhou o voo até o pouso na capital amazonense.

"A aeronave Boeing 767 da American Airlines foi liberada para decolagem após as medidas de segurança realizadas pelas autoridades policias, que descartaram a ocorrência de interferência ilícita", conclui o comunicado.