Log in

Bem-vindo Log out Alterar dados pessoais

Esqueceu a senha?

X

Qualquer dúvida click no link ao lado para contato com a Central de Atendimento ao Assinante

Esqueceu a senha?

X

Sua senha foi enviadad para o e-mail:

"Nós, brasileiros, não levamos a Taça, mas fizemos a Copa das Copas", diz Dilma

Em carta enviada à seleção brasileira, presidente afirma que campanha servirá como lição. “Todos nós, sem exceção, saberemos aproveitar as lições de agora para melhorar ainda mais o nosso futebol", avaliou

Dilma afirma que campanha do Brasil na Copa irá servir de lição para futuras competições

Dilma afirma que campanha do Brasil na Copa irá servir de lição para futuras competições (Reprodução)

Apesar do desempenho ruim da seleção brasileira na Copa do Mundo, a presidenta Dilma Rousseff enviou neste domingo (13) uma carta aos jogadores e à comissão técnica agradecendo “os momentos de alegria” proporcionados por eles durante o Mundial.

Na carta, Dilma afirma que a seleção e o futebol brasileiro “são maiores do que quaisquer resultados passageiros”. “O que permanecerá mais forte no coração do nosso povo serão os momentos de alegria que vocês nos proporcionaram nesta Copa e que, seguramente, irão nos garantir em Copas futuras”.

Para a presidente, a campanha aquém do esperado servirá como lição: “Todos nós, sem exceção, saberemos aproveitar as lições de agora para melhorar ainda mais o nosso futebol, dentro e fora dos estádios. Assim que vamos ampliar a história de sucesso da nossa seleção”, disse Dilma.

Uma das favoritas à conquista da Copa, a seleção brasileira ficou na quarta colocação, sendo que perdeu os dois últimos jogos de goleada – 7 a 1 para a Alemanha, no Estádio Mineirão, nas semifinais, e 3 a 0 para Holanda, na disputa pelo terceiro lugar, neste sábado (12), em Brasília.

Mesmo sem vencer a Copa, a presidenta Dilma avaliou, na carta, que o país conseguiu promover “a Copa das Copas”. “Nós, brasileiros, não levamos a Taça, mas fizemos a Copa das Copas. Sem vocês [jogadores e comissão técnica], isso jamais seria possível. Recebam nosso carinho e nosso sincero agradecimento”, escreveu a presidenta.