Log in

Bem-vindo Log out Alterar dados pessoais

Esqueceu a senha?

X

Qualquer dúvida click no link ao lado para contato com a Central de Atendimento ao Assinante

Esqueceu a senha?

X

Sua senha foi enviadad para o e-mail:

Duas chapas estão na disputa pelo DCE da Ufam

Todos os estudantes devidamente matriculados estão aptos a participar da votação, que acontece no próximo dia 26; entre os temas mais discutidos estão a reforma das instalações e projetos que estimulem a permanência dos alunos

No próximo dia 26 de fevereiro, acontece a eleição do Diretório Central dos Estudantes (DCE), órgão de representação estudantil da Universidade Federal do Amazonas (Ufam). A votação começa a partir das 9h e vai até as 21h.

Duas chapas estão na disputa. A primeira é encabeçada pelo estudante de Administração André Felipe Morais, de 21 anos, com a chapa 10, “Mudar para Avançar”, e a segunda tem a estudante de Química Priscila Duarte, que lidera a chapa 20, “#VamosJuntos”. Apesar dos nomes, as chapas são colegiados, e seus membros têm tanto poder de decisão quanto seus representantes.

Entre os temas discutidos estão as mudanças recentes no minicampus da Universidade, com a construção de novos prédios, mais modernos, o serviço de internet sem fio (Wi-Fi) da instituição, que é alvo de críticas de alunos e pesquisadores, as dependências e a qualidade das refeições nos Restaurantes Universitários (RU’s) e, sobretudo, projetos que estimulem a permanência dos alunos – nova Casa do Estudante, bolsas de pesquisa e estágios.

Segundo André Morais, a chapa 10 vem com a força de tentar renovar e lutar pelos interesses dos estudantes, que estão sem representação na instituição. De acordo com ele, a chapa 20 pertence ao mesmo grupo que está há, pelo menos, oito anos no comando do centro acadêmico. “Nós somos a chapa de oposição, pois a que está no poder vem abandonando o seu papel. A chapa 20 pertence ao mesmo grupo que está há oito anos na direção. Só agora, com as proximidades das eleições, o grupo está querendo voltar a se preocupar com os estudantes. Nós somos a chapa que vai buscar os interesses reais dos alunos”, afirma André, que cursa o 4º período de Administração.

Priscila, por sua vez, afirma que seu grupo não tem qualquer relação com as últimas gestões do DCE. “Estamos há dois anos sem o diretório, por culpa das greves e de outros problemas que impediram a realização de eleições, e, com elas, a escolha de um representante legítimo para os alunos. E, diferente da chapa do outro candidato, a nossa tem componentes de diversos setores da Universidade, e não de apenas um. Queremos tanto quanto eles defender os direitos dos estudantes, e cabe a eles, e somente a eles, decidir qual dos grupos tem as melhores propostas”. Priscila cursa o 2° período de Química.

Todos os estudantes devidamente matriculados estão aptos para participar da votação. Será necessário apresentar apenas um documento oficial com foto ou carteirinha da universidade. As urnas estarão espalhadas pelas unidades acadêmicas da instituição.