Log in

Bem-vindo Log out Alterar dados pessoais

Esqueceu a senha?

X

Qualquer dúvida click no link ao lado para contato com a Central de Atendimento ao Assinante

Esqueceu a senha?

X

Sua senha foi enviadad para o e-mail:

Meu governo será de continuidade, diz Melo

Vice-governador lista quais programas vai tocar quando assumir o governo numa eventual saída de Omar para disputar o Senado


Vice-governador José Melo

Vice-governador José Melo (Divulgação/ Agecom)

Com possibilidade real de assumir o comando do Governo do Amazonas daqui a três meses, o vice-governador José Melo (Pros) já definiu alguns planos para quando sentar na cadeira ocupada por Omar Aziz (PSD), caso o governador confirme o afastamento do cargo para concorrer a única vaga ao Senado.

“Vou continuar com as políticas que foram aprovadas pelo povo. Temos um governo bem avaliado, e que vai continuar. O governador Omar está bem avaliado”, declarou José Melo, ontem, em entrevista por telefone.

Desde segunda-feira, José Melo é o governador em exercício. Omar Aziz está fora do Estado, em viagem de férias. Segundo a Agência de Comunicação do Governo do Amazonas (Agecom), Omar retorna ao cargo na segunda-feira. O lugar das férias do governador não foi divulgado pela assessoria.

Segundo a legislação eleitoral, chefe de poder executivo que queira se candidatar à vaga no Senado deve se desincompatibilizar (sair) do cargo seis meses antes das eleições. Com o pleito é realizado no início de outubro, um governador deve entregar o posto no início de abril.

Sem possibilidade de reeleição, pois está no segundo mandado de governador, resta a Omar Aziz disputar a vaga do Amazonas no Senado em outubro. Com o governo bem avaliado, o governador aparece como favorito na disputa para o Senado.

A pesquisa CNI/Ibope divulgada em dezembro apontou Omar Aziz como o governador mais bem avaliado do País, com 84% de aprovação da sua forma de governar. A pesquisa levantou as avaliações de todos os governadores e da administração da presidente Dilma Rousseff (PT).

Planos

Ontem, José Melo afirmou a A CRÍTICA que se assumir como governador a partir de abril, vai cumprir com os compromissos assumidos por ele e Omar. “Vamos cuidar para que as escolas de tempo integral em obra sejam concluías, os hospitais sejam equipados, para que as vicinais sejam concluídas. Vai ser um governo de continuidade”, disse o vice-governador.

Desde que tornou pública a intenção de se lançar na disputa pela vaga de Omar Aziz, José Melo tem aproveitado cada espaço cedido pelo titular cargo para trabalhar sua imagem. Ontem, incluiu na sua agenda visitas a obras do governo, como um centro de reabilitação na estrada AM-010 (Manaus-Itacoatiara) e o presídio feminino, na BR-174 (Manaus-Boa Vista).

Em números

14,6 bilhões reais

É o orçamento do Governo do Amazonas aprovado pela Assembleia Legislativa para 2014. Se o governador Omar Aziz se afastar do cargo, a chave do cofre ficará nas mãos do vice-governador José Melo, durante toda a campanha.

150 milhões de reais

Foi o tamanho do superávit nas contas do Estado ao fechar 2013, segundo o governador Omar Aziz. Em dezembro, Omar disse que, se for candidato ao Senado, não deixará o orçamento amarrado para o sucessor dele.