Log in

Bem-vindo Log out Alterar dados pessoais

Esqueceu a senha?

X

Qualquer dúvida click no link ao lado para contato com a Central de Atendimento ao Assinante

Esqueceu a senha?

X

Sua senha foi enviadad para o e-mail:

Após fraude, Detran-AM inicia revisões de provas de direção

Para as pessoas que se sentiram prejudicadas com a fraude e tiveram seus processos encerrados no ano de 2013, o prazo para solicitar revisão vai até o dia 7 de agosto

Leonel Feitoza disse que jovens foram cooptados pelo esquema criminoso

Em dois dias, 502 pessoas pediram revisão da avaliação que as reprovou na prova de direção, segundo Leonel Feitoza (Érica Melo)

Em apenas dois dias, 502 pessoas procuraram o Departamento Nacional de Trânsito do Amazonas (Detran-AM) para pedir revisão da avaliação que as reprovou na prova de direção no órgão em 2013. A possibilidade da nova avaliação, mesmo com processos vencidos, partiu da presidência do Detran-AM após a operação Apáte, que prendeu 13 pessoas, sendo sete delas servidores do órgão, integrantes de um esquema de fraude na prova. Segundo a polícia, o grupo tinha um lucro de, pelo menos, R$ 800 por dia.

Para as pessoas que se sentiram prejudicadas com a fraude e tiveram seus processos encerrados no ano de 2013, o prazo para solicitar revisão vai até o dia 7 de agosto. O presidente do Detran-AM, Leonel Feitoza, explicou que deu um prazo de 15 dias para que as pessoas solicitem a revisão. Terão também um prazo de 15 dias para receberem a resposta do Detran-AM sobre a solicitação. A nova prova será gratuita, segundo Feitoza.

Ele afirmou que os parâmetros para a concessão de novas chances para a prova serão a quantidade de vezes que o aluno foi submetido a provas com os examinadores suspeitos de fraude. “Se a pessoas reprovou três vezes e duas foram com esses examinadores, fica complicado dizer que o resultado não pode ter sido influenciado pela fraude”, declarou Feitoza.

Ele afirmou que os mesmos prazos, de 15 dias para pedidos de revisão e mais 15 dias para resposta pelo Detran-AM, serão abertos para anos anteriores, na sequência: 2012, 2011, 2010 e 2009. Feitoza suspeita que a fraude ocorria desde esse período.

Documentos

O pedido de revisão é simples, segundo Leonel Feitoza e, a princípio, o aluno não enfrenta longas filas. Ele explicou que basta ir ao setor de Protocolo do Detran-AM, na avenida Mário Ypiranga Monteiro (antiga como Recife), na Zona Centro-Sul. Devem ser apresentados no momento da solicitação, documentos como RG, CPF e comprovante de processo para emissão de Carteira Nacional de Habilitação.

O presidente do Detran-AM afirmou que profissionais do órgão habilitados para realizarem exames e que não atuavam na área foram realocados para que não haja prejuízo às provas já marcadas. “São 30 examinadores e já deslocamos outros funcionários para suprir a demanda”, declarou Feitoza.

Inovações antifraudes em agosto

O presidente do Detran-AM, Leonel Feitoza, declarou que na primeira quinzena de agosto deve anunciar inovações antifraudes nos exames de direção do órgão. Segundo ele, as mudanças na prova fazem parte do projeto Cidade do Trânsito, que trará várias simulações de situações reais as quais os alunos de direção devem encontrar nas ruas quando habilitados.

As mudanças que, segundo Feitoza, vão ajudar a evitar fraudes são instalações de câmeras fora e dentro do carro da prova e o não contato do examinador com o aluno. “O examinador não vai nem saber quem é o aluno. Tudo isso vai dar mais segurança e transparência ao processo de acesso à primeira habilitação”.

Mensalmente o Detran-AM realiza 14 mil exames e, nos últimos anos, o índice de reprovação ficou entre 60% e 70%, considerado muito alto pelo presidente Leonel Feitoza. Segundo ele, o normal é entre 25 a 30%.