Log in

Bem-vindo Log out Alterar dados pessoais

Esqueceu a senha?

X

Qualquer dúvida click no link ao lado para contato com a Central de Atendimento ao Assinante

Esqueceu a senha?

X

Sua senha foi enviadad para o e-mail:

Eleições 2014: Campanha no rádio e na TV esboça estratégias para conquistar eleitores do AM

Os sete candidatos ao Governo do Amazonas inauguram nesta quarta-feira (20), a propaganda eleitoral gratuita no rádio e na TV com novas promessas

Candidatos ao Governo do Amazonas adotam estratégias diferentes para marcar o primeiro contato com o eleitorado no horário eleitoral na TV e rádio

Candidatos ao Governo do Amazonas adotam estratégias diferentes para marcar o primeiro contato com o eleitorado no horário eleitoral na TV e rádio (Arte: Eli )

Biografias e análises do cenário político, econômico e social do Amazonas vão marcar o primeiro dia de propaganda eleitoral gratuita no rádio e na televisão dos candidatos a governador do Estado nesta quarta-feira (20). A propaganda inicia nesta terça-feira (19) para os presidenciáveis e candidatos a deputado federal. Três dos sete candidatos ao governo optaram por contar suas histórias de vida e trajetórias políticas ao eleitor. Outros três candidatos preferiram investir no questionamento e na provocação ao eleitorado. O programa do candidato Marcelo Ramos (PSB) vai fazer uma homenagem a Eduardo Campos, que morreu na quarta-feira passada.

Chico Preto (PMN), Eduardo Braga (PMDB) e José Melo (Pros) iniciarão contanto suas origens e atuação na vida pública. Braga e Melo também farão um balanço de suas ações à frente do governo.

Na primeira semana, a propaganda de Braga vai ressaltar o plano de governo dele e relembrará alguns programas de sua gestão (2003-2010) como o Programa Social e Ambiental dos Igarapés de Manaus (Prosamim), o Jovem Cidadão, a criação dos primeiros Centros de Ensino de Tempo Integral (Cetis). “Os primeiros programas da propaganda têm que ser uma apresentação minha, da Rebecca (Garcia, PP, candidata a vice), das nossas histórias, dos nossos projetos, dos nossos compromissos”, afirmou Braga.

O primeiro programa de José Melo vai contar desde a infância do candidato até seu ingresso na política. O programa também vai dar destaque à gestão Omar Aziz (PSD), que também aparecerá no vídeo, junto com o prefeito Artur Neto (PSDB) e o candidato a vice-governador Henrique Oliveira (SDD). “Vamos falar às pessoas sobre nossas propostas. A campanha será no nível que o povo do Amazonas precisa. Não vou para o limbo, para baixaria, vou debater ideias”, disse Melo.

Chico Preto considera importante que as pessoas conheçam um pouco mais os candidatos. “Nosso primeiro programa vai ser um cartão de visita. Vamos falar um pouco da minha vida, as minhas origens e a partir daí falaremos da nossa caminhada ao governo, com aquilo que sonhamos”, explicou.

Abel Alves (Psol), Herbert Amazonas (PSTU) e Luiz Navarro (PCB) vão usar o pouco tempo que possuem para provocar o eleitor e levá-lo à reflexão. “O primeiro programa é uma análise da conjuntura política desses anos todos que o Amazonas vem vivendo. A partir daí, faremos uma reflexão sobre a situação administrativa do Estado e propomos algumas soluções”, ressaltou Abel.

“Vamos iniciar falando das manifestações que tiveram no País e que os governos não escutaram o que o povo reclamou. E que eles não atendem porque a prioridade não é a população, mas os empresários que financiam as campanhas milionárias deles”, explicou Herbert.

Com pouca verba, amigos ajudam

Candidatos relataram que receberam até ajuda de amigos para gravar os primeiros vídeos. “Encontrei um velho amigo, descobri que tem uma produtora e fui lá chorar minhas mágoas, de ‘lisura’. Disse para ele que nós estávamos sem recursos financeiros e ele nos atendeu. Ele vai gravar e não vai cobrar mão de obra, só a despesa”, contou Luiz Navarro.

Herbert Amazonas também teve apoio de um amigo proprietário de uma pequena produtora. “Os serviços foram contratados com um preço bem abaixo do encontrado no mercado. Esse período tudo fica muito caro. E essa ajuda é uma forma de contribuir para a luta”, afirmou.

“Eu reuni uns amigos meus e eles montaram um estudiozinho, artesanal, digamos assim. Uma coisa muito modesta, mas de qualidade”, afirmou Abel Alves.

O candidato Marcelo Ramos disse que os produtores de sua campanha também estão engajados na sua candidatura. “Eles já eram meus eleitores e estão entre os mais reconhecidos no meio. Pela qualidade da produção, os valores estão muito abaixo do mercado”, afirmou. “Os programas estão bastante objetivos”, completou.

Chico Preto disse que seu programa está “esteticamente leve e preciso”. “Quase cirúrgico”, pontuou. “A criatividade e a forma como essa mensagem que será passada vai entregar com precisão nossas ideias. Vamos trabalhar com o tempo que temos”, disse.