Log in

Bem-vindo Log out Alterar dados pessoais

Esqueceu a senha?

X

Qualquer dúvida click no link ao lado para contato com a Central de Atendimento ao Assinante

Esqueceu a senha?

X

Sua senha foi enviadad para o e-mail:

Candidaturas de José Melo e Eduardo Braga dividem alianças na Câmara Municipal de Manaus

Com as alianças partidárias avançadas, os vereadores da CMM começam a levantar as bandeiras de seus pré-candidatos ao Governo do Estado. O governador José Melo e o senador Eduardo Braga lideram a preferência dos parlamentares

Plenário da CMM

A Câmara Municipal de Manaus tem 41 vereadores; o Pros, do governador José Melo tem a maior bancada: seis (Luiz Vasconcelos/Arquivo A Crítica)

A 21 dias do prazo final para que os partidos políticos definam coligações e escolham seus candidatos ao Governo do Estado, a Câmara Municipal de Manaus (CMM) se encontra polarizada entre as candidaturas do governador José Melo (Pros) e do senador Eduardo Braga (PMDB). Até aqui, 36,5% dos parlamentares da CMM dizem apoiar a reeleição de Melo. Enquanto 31,7% se posicionam ao lado do peemedebista.

José Melo tem o amparo de 15, dos 41 vereadores. O Pros, partido do governador, tem hoje o maior número de parlamentares na CMM: seis - Jairo da Vical, Amauri Colares, Sildomar Abtibol, Vilma Queiroz, Roberto Sabino e Arlindo Junior.

A segunda maior bancada na Câmara, o PSD, do ex-governador e aliado de Melo, Omar Aziz, possui cinco parlamentares que também apoiam o governador. São eles: Dr. Gomes, Luis Mitoso (PSD), Hiram Nicolau (PSD), Glória Carrate (PSD), Isaac Tayah (PSD).

Felipe Souza, Junior Ribeiro e Rosivaldo Cardovil, do Partido Trabalhista Nacional (PTN), também irão marchar ao lado de José Melo nas eleições. Joãozinho Miranda, apesar de ser do PTN, disse que caminhará ao lado de Eduardo Braga.

O Democratas (DEM), que no dia 16 de maio, durante convenção partidária, declarou apoio ao governador José Melo, possui apenas uma vereadora na Casa: Therezinha Ruiz. O partido firmou aliança com a candidatura do governador.

Braga

A pré-candidatura do senador Eduardo Braga, que até o momento selou aliança com 11 partidos políticos, possui na CMM o apoio de 13 vereadores, dois a menos que José Melo. O PMDB conta com apenas um vereador na CMM, Marcel Alexandre. A maior bancada a apoiá-lo é a do Partido dos Trabalhadores (PT), composta pelos vereadores Waldemir José, Professor Bibiano e Rosi Matos.

O Partido Trabalhista Cristão (PTC), com dois vereadores (Alonso Oliveira e Walfran Torres) também apoiará Eduardo Braga. Outros sete partidos políticos, com um vereador eleito por cada sigla, também já declararam apoio à campanha ao governo do senador Eduardo Braga, são eles: Gilmar Nascimento (PDT), Joãozinho Miranda (PTn), Reizo Castelo Branco (PTB), Carlos Alberto (PRB), Francisco Jornada (PDT), Luis Neto (PSDC) e Massami Miki (PSL).

Seis aguardam os partidos

Seis vereadores disseram, ontem, que aguardam a decisão dos partidos para definir qual candidato a governo irão apoiar nesta eleição.

Entre os indecisos estão os quatro parlamentares (Ednailson Rozenha, Bosco Saraiva, Plínio Valério e Mário Frota) do PSDB, do prefeito Artur Neto, que até o momento não anunciou quem apoiará para o governo.

O vice-líder do prefeito na CMM, vereador Ednaílson Rozenha, disse “não saber” da decisão de Artur Neto, mas ele já tem a sua preferência. “A verdade é que o prefeito está muito mais alinhado com o governador (José) Melo”, disse Rosenha.

Os outros dois parlamentares que também esperam a decisão da direção dos partidos são: Everaldo Farias do Partido Verde (PV) e Wilker Barreto (PHS). “A direção estadual ainda está discutindo”, comentou Everaldo.

Sete têm outros candidatos

Sete vereadores da Câmara Municipal de Manaus (CMM) dividem apoio entre outros quatro pré-candidatos ao Governo do Estado.

O deputado estadual e pré-candidato Marcelo Ramos (PSB), que na última semana anunciou que disputará o governo com uma chapa “puro sangue”, tem na CMM o apoio dos dois parlamentares do PSB: Elias Emanuel e Marcelo Serafim.

A pré-candidata do PP, deputada federal Rebeca Garcia, tem o apoio dos vereadores colegas de partido Álvaro Campelo e Socorro Samapaio.

O Partido Popular Socialista (PPS), que tem como pré-candidato o vice-prefeito Hissa Abrahão, tem o apoio do Professor Samuel e da Professora Jacqueline, ambos do PPS. O deputado federal Henrique Oliveira (SDD), conta com o apoio do companheiro de legenda, Fabrício Lima.

Alianças esquentam discursos

Na sessão desta segunda-feira (09), os vereadores da Câmara Municipal de Manaus (CMM) usaram parte de seus pronunciamentos para defender seus pré-candidatos e atacar adversários.

O vereador Massami Miki (PSL) que já declarou apoio ao senador e pré-candidato a Governo, Eduardo Braga, criticou da tribuna o atual prefeito de Manaus, Artur Neto. “Infelizmente, nós estamos acompanhando esta questão da Copa do Mundo, e a Prefeitura de Manaus me parece que não teve a ousadia e a competência suficiente para fazer uma operação tapa-buraco, nem para melhorar o sistema do transporte ou a saúde”, declarou Massami.

“Ou não deu tempo ou não houve planejamento ou não teve a gerência necessária para fazer isso, porque na campanha política do atual líder do Executivo (Artur Neto) era tudo muito bonito, ele dizia que iríamos ser uma cidade-modelo, mas me parece que isso ficou na gaveta da Prefeitura”, afirmou o vereador.

Em seguida, o vereador Walfran Torres (PTC), que também já anunciou apoio a Eduardo Braga, censurou o discurso de Massami. “Eu vou ter que trazer à lembrança do vereador Massami Miki de quem realmente lutou para que a Copa do Mundo fosse realizada em Manaus foi o candidato (Eduardo Braga) que agora ele anda pra cima e pra baixo pelo interior do Amazonas”. “Eu sei que muitas pessoas têm lhe procurado, vereador. Mas é porque o senhor nos lembra os samurais. Mas Vossa Excelência, talvez, não seja um samurai tão confiável assim. E gostaria que Vossa Excelência respeitasse o prefeito da cidade de Manaus”, completou Walfran.