Log in

Bem-vindo Log out Alterar dados pessoais

Esqueceu a senha?

X

Qualquer dúvida click no link ao lado para contato com a Central de Atendimento ao Assinante

Esqueceu a senha?

X

Sua senha foi enviadad para o e-mail:

Carros alegóricos de seis escolas do Grupo Especial de Manaus estão irregulares, diz Crea

Das oito escolas vistoriadas na quarta-feira (26), a Superintendência Adjunta de Fiscalização, responsável pela ação, constatou que apenas duas encontravam-se regulares: A Grande Família e Mocidade Independente de Aparecida

A fiscalização do Crea-AM encontrou irregularidades nas alegorias de seis das oito escolas de samba vistoriadas

A fiscalização do Crea-AM encontrou irregularidades nas alegorias de seis das oito escolas de samba vistoriadas (Divulgação)

O Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Amazonas (Crea-AM) realizou uma fiscalização nos barracões das escolas de samba do grupo especial do Carnaval de Manaus para apurar a responsabilidade técnica na autoria dos projetos e execução da montagem e fabricação dos carros alegóricos.

Das oito escolas vistoriadas na quarta-feira, a Superintendência Adjunta de Fiscalização, responsável pela ação, constatou que apenas duas - A Grande Família e Mocidade Independente de Aparecida - encontravam-se regulares, ou seja, com Anotação de Responsabilidade Técnica (ART).

As demais escolas foram orientadas a se regularizarem até o fim da tarde de quarta-feira. Caso alguma delas não tenha providenciado a regularização neste prazo, seria autuada por exercício ilegal da profissão. O Crea não informou, ontem, quantas continuavam irregulares.

Durante a ação, o superintendente adjunto de Fiscalização do Crea-AM, Francisco Gonzaga, falou da importância de um profissional habilitado para executar a montagem dos carros alegóricos.

“Minimiza a possibilidade de ocorrer problemas técnicos no momento do desfile, repassando a responsabilidade para quem de fato tem competência legal. Na ocorrência de sinistro, não havendo a participação de profissional habilitado, a responsabilidade recai sobre a escola”, explicou.

ART

A Anotação de Responsabilidade Técnica (ART) foi instituída em 1977 e estabelece que todos os contratos referentes à execução de serviços ou obras de Engenharia, Agronomia, Geologia, Geografia ou Meteorologia devem ser objeto de anotação no Conselho Regional de Engenharia e Agronomia. É o instrumento que assegura que as atividades contratadas são desenvolvidas por profissionais habilitados, uma vez que registra a responsabilidade técnica pela obra ou serviço.

Escolas

Apenas as escolas Sem Compromisso e Andanças de Cigano confirmaram que se regularizaram dentro do prazo. Os representantes das escolas Vitória Régia, Balaku Blaku, Unidos do Alvorada e Reino Unido da Liberdade não atenderam as ligações ou estavam com o celular desligado.

Esquema de saúde no sambódromo

Desta sexta-feira até domingo, a Campanha de Prevenção contra Doenças Sexualmente Transmissíveis e HIV/Aids no Carnaval, promovida pela Secretaria de Estado da Saúde (Susam), estará com equipes no Sambódromo.

A campanha segue até 14 de março e inclui a distribuição de 1,2 milhão de preservativos, testagem rápida para HIV, Sífilis e Hepatites B e C, blitze informativas com distribuição de panfletos, dentre outras atividades.

A Susam também montou um posto de atendimento na área interna do Centro de Convenções Sambódromo, em funcionamento desde ontem até o Carnaboi, que acontece na segunda e terça-feira da próxima semana. O serviço funcionará a partir das 17h de cada dia, até o encerramento da programação, nas primeiras horas da manhã seguinte. O posto, instalado no Bloco-A do Sambódromo, fará atendimentos de casos mais simples, como curativos, pequenas suturas, hidratação, entre outros procedimentos.