Log in

Bem-vindo Log out Alterar dados pessoais

Esqueceu a senha?

X

Qualquer dúvida click no link ao lado para contato com a Central de Atendimento ao Assinante

Esqueceu a senha?

X

Sua senha foi enviadad para o e-mail:

Conheça o cenário do comércio e dos comerciantes de Manaus

Através das falas de Ralph Assayg, da CDLM, e Ismael Bicharra, da Associação Comercial, o Dia do Comerciante será comemorado com louvor na capital

Centro de Manaus uma das principais opções de compra da cidade

Comércio de Manaus está entre os mais pujantes da Região Norte, com aproximadamente 38 mil pontos de venda atualmente (Euzivaldo Queiroz/ Arquivo A CRÍTICA )

Na última quarta-feira foi comemorado o Dia do Comerciante. Para não deixar a data passar em branco, DINHEIRO conversou com dois especialistas no assunto, que falaram sobre o cenário atual deste setor e traçaram o perfil do comerciante manauara. Confira abaixo o que o presidente da Associação Comercial do Amazonas (ACA), Ismael Bicharra, e o presidente da Câmara dos Dirigentes Lojistas de Manaus (CDLM) pensam sobre o comércio e os comerciantes locais.

Comércio

Ao circular pela capital, é possível encontrar várias lojas de diversos segmentos funcionando. Você já parou para se perguntar quantas existem? De acordo com Ralph, existem atualmente cerca de 38 mil pontos de venda em Manaus, incluindo micro, médias, pequenas e grandes empresas. Destas, aproximadamente 15% não estão formalizadas.

Quatro mil destas empresas são associadas à Câmara dos Dirigentes Lojistas. Só estas quatro mil empresas possuem 9.200 lojas e empregam em torno de 105 mil pessoas. “O último balanço do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) mostra que 385 mil pessoas trabalham de carteira assinada no comércio local e que 110 mil trabalham sem a carteira assinada”.

Quatrocentos destes comerciantes são associados à Associação Comercial do Amazonas, segundo Bicharra.

Vendas

Até aqui, o ano não tem sido nada bom para o comércio, segundo os dois. Enquanto no ano passado a ACA registrou um aumento de 3% nas vendas em relação a 2012, o primeiro semestre de 2014 registrou queda de 2% em relação aos primeiros seis meses de 2013.

Na CDLM não é diferente. No ano passado, as vendas cresceram 4,2% quando comparadas ao ano de 2012. Já o primeiro semestre de 2014 apresentou queda de 1,5% em relação ao mesmo período do ano passado.

Comerciante

DINHEIRO pediu que Ralph e Ismael traçassem o perfil dos comerciantes de Manaus e que características eles precisam ter para conseguir sucesso nesta carreira. Para o primeiro, garra e capacitação são cruciais. “O micro e o pequeno comerciante precisam ter uma raça e uma vontade muito grande e precisam ser pessoas extremamente positivas. Porque, todo dia, vão acontecer problemas sérios que eles vão precisar enfrentar sem se deixar abater. Já o médio e os grandes, precisam de capacitação profissional. Empresas de maior porte precisam estar totalmente formalizadas e contar com profissionais preparados, se não for dessa forma, não conseguem sobreviver. Os comerciantes de Manaus estão se profissionalizando, estão procurando essa capacitação e brigando ombro a ombro com as multinacionais”.

Para Ismael, a noção estratégica é fundamental. “O comerciante de hoje precisa ser inovador, ele precisa ter um pensamento futurista, tomar as melhores atitudes para o hoje que também sirvam para o amanhã. Isso ajuda a passar por momentos de crises, como o atual. Hoje, é bem mais difícil ser um comerciante, porque não existe mais o achismo, ele precisa saber o que o cliente quer, precisa saber o que o mercado exige. É preciso ter certeza e preparação, se não a empresa não cresce. Os comerciantes daqui já perceberam isso, e buscam cada vez mais uma boa preparação”.