Log in

Bem-vindo Log out Alterar dados pessoais

Esqueceu a senha?

X

Qualquer dúvida click no link ao lado para contato com a Central de Atendimento ao Assinante

Esqueceu a senha?

X

Sua senha foi enviadad para o e-mail:

Irmão do governador José Melo é designado para a UGP-Copa

Além de ser secretário de Estado Extraordinário, Evandro Melo foi designado para assumir o cargo de confiança de coordenador da Unidade Gestora do Projeto Copa (UGP-Copa), no lugar de Miguel Capobiango, que pediu exoneração do cargo em maio

Secretário Evandro Melo ressalta que não há irregularidade na compra do gelo e que irá apresentar os esclarecimentos ao TCE

Evandro Melo vai acumular o cargo de coordenador da UGP-Copa com o de secretário de Estado Extraordinário (Márcio Silva - 6/mai/2013)

O governador José Melo (Pros) designou o irmão e atual secretário de Estado Extraordinário, Evandro Melo, para responder também pelo cargo de confiança de coordenador da Unidade Gestora do Projeto Copa (UGP-Copa). O decreto com a nomeação foi publicado no Diário Oficial do Estado do Amazonas (DOE) do dia 2.

Evandro Melo assume no lugar de Miguel Capobiango (PMDB), que é aliado do senador Eduardo Braga, principal adversário do governador nas eleições desse ano. Capobiango pediu a exoneração da coordenação da UGP-Copa no dia 28 de maio.

A nomeação de Evandro Melo para o cargo de secretário extraordinário foi o primeiro ato de José Melo ao assumir o posto de governador do Amazonas, no dia 4 de abril. Para assumir a função, o irmão do governador deixou o cargo de secretário municipal de Saúde, na gestão do prefeito Artur Neto.

Para o Supremo Tribunal Federal (STF), não se configura nepotismo a contratação de parentes para cargos políticos, exercidos por agentes políticos. A nomeação de membros da família só é vedada para cargos administrativos, criados por lei.

Em entrevista ao jornal A Crítica, no dia 27 de março, o governador José Melo justificou o convite ao irmão para compor a gestão dele por causa dos 25 anos de trabalho de Evandro Melo no serviço público do Estado do Amazonas.

Acessível

José Melo afirmou que dos cinco irmãos, apenas Evandro trabalha no meio político. Disse que precisa de um secretário em que ele pudesse centralizar informações e ligar de qualquer canto do Estado.

“Ele é uma das pessoas com mais experiência. Há 25 anos milita no serviço público, conhece o Governo por dentro e por fora. O Evandro é uma pessoa que eu quero trazer para o meu Governo para que, nas minhas viagens, tenha um ponto de referência”, disse o governador.

Evandro Melo é membro do Pros, legenda comandado pelo irmão no Estado. Ele estava distante da vida partidária. A última legenda ao qual foi filiado foi o PSDB, de 1990 a 1994. Em entrevista, em outubro de 2013, o secretário disse que agora quer fazer política de forma mais ativa. “Vou participar do processo por dentro. Agora resolvi dar minha contribuição”, afirmou o irmão do vice-governador.

O orçamento da UGP-Copa para 2014 é de R$ 2,9 milhões. Desse total, R$ 1,3 milhão já foram empenhados (primeira fase do pagamento de despesas), e R$ 966,3 mil pagos. O secretário de Estado Extraordinário e agora coordenador da Unidade Gestora do Projeto Copa não atendeu as chamadas para o telefone 88xx-xx18/ 88xx-xx50.

Expediente suspenso em dia de jogo

O Governo do Amazonas publicou, na edição do dia 2 de junho, um decreto informando o funcionamento da estrutura do Poder Executivo durante a realização dos jogos da Copa do Mundo.

Segundo o decreto, será suspenso o expediente nas repartições públicas estaduais a partir das 12h, nos dias 12, 17 e 23 de junho. Essas são as data dos jogos da Seleção Brasileira, na primeira fase da Copa do Mundo.

Nos dias 18 e 25 de junho, será declarado ponto facultativo, em virtude dos jogos da Copa do Mundo, em Manaus. Também será ponto facultativo no dia 19 de junho, Corpus Christi, informa o decreto do Governo do Amazonas.

O documento determina que a Secretaria de Estado de Administração e Gestão organize um banco de horas relativo aos pontos facultativos, com vistas à futura compensação pelos servidores.