Log in

Bem-vindo Log out Alterar dados pessoais

Esqueceu a senha?

X

Qualquer dúvida click no link ao lado para contato com a Central de Atendimento ao Assinante

Esqueceu a senha?

X

Sua senha foi enviadad para o e-mail:

Fábrica inaugurada na Zona Franca de Manaus é controlada por grupo chileno

Segundo o embaixador do Chile, Fernando Schmidt, o investimento do grupo na Bramont será de aproximadamente US$ 140 milhões de dólares

Empresários do Grupo Minivest, quando descerravam a fita de inauguração

Empresários do Grupo Minivest, quando descerravam a fita de inauguração (Winettou Almeida)

Considerado o principal investidor latino americano no Brasil, com negócios que giram em torno de US$ 23 bilhões de dólares, o Chile está voltando sua atenção ao Amazonas. O grupo chileno Gildemeister é novo controlador da empresa Bramont (com 70% das ações), que inaugurou nesta quinta-feira (23), no polo industrial de Manaus, um novo espaço para produzir motocicletas da marca italiana Benelli e da chinesa Keeway, do Grupo Qianjang.

Segundo o embaixador do Chile, Fernando Schmidt, o investimento do grupo na Bramont será de aproximadamente US$ 140 milhões de dólares (o equivalente a R$ 322 milhões de reais).

“Apesar de a princípio parecer que esse investimento é um valor baixo, em comparação a negócios em outros Estados, é muito significativo e inovador dentro da perspectiva do que pode ser investido no mercado latino americano”, avaliou.

O grupo chileno Gildemeister já atua em outros países, como a Colômbia e o Chile, por exemplo, mas como distribuidor de veículos, sendo a primeira vez que fabricará motocicletas. De acordo com o embaixador, o Polo Industrial de Manaus atraiu esse investimento pelos incentivos fiscais oferecidos. Todavia, também foi verificado que o poder de consumo do brasileiro está crescendo. Sem falar que existe a possibilidade do prolongamento do polo por várias décadas, o que é outro diferencial.

Ricardo Lessmann, presidente do Grupo Mininvest, responsável Bramont, destacou, durante a inauguração da expansão da empresa, que o mercado brasileiro atrai investimentos pelo tamanho e sofisticação, tendo volumes de negócios muito grandes em vários setores.

As primeiras unidades de Benellis já foram produzidas em dezembro de 2013 e 15 delas (no valor de até R$ 40 mil) estão sendo comercializadas em São Paulo, segundo informou Jean Anwandter, diretor Comercial da Bramont.

Ele também explicou que as peças para montagem das motocicletas Keeway já chegaram à cidade, sendo que serão liberadas nos próximos dias para que comecem a ser fabricadas. Anwander disse que o retorno do investimento, realizado pelo grupo, é esperado para dois anos

Na opinião de Thomaz Nogueira, Superintendente da Suframa, o investimento do grupo no pólo industrial de Manaus é um gesto de confiança e uma resposta positiva de que as ações de 2013. “Tivemos um ano em que todos os recordes do polo foram batidos”, disse, completando que a frabricação dessas motos pela Bramont é o primeiro investimento de grande porte do Chile realizado em Manaus “Estamos abrindo o intercâmbio para possíveis futuras troca de atividades entre nós e o país vizinho”, finalizou Thomaz Nogueira.