Log in

Bem-vindo Log out Alterar dados pessoais

Esqueceu a senha?

X

Qualquer dúvida click no link ao lado para contato com a Central de Atendimento ao Assinante

Esqueceu a senha?

X

Sua senha foi enviadad para o e-mail:

Governador José Melo firma aliança com Dilma Rousseff na disputa eleitoral de outubro

Ao ser recebido pela atual presidente, o governador do Amazonas decidiu apoiar a candidata do PT na busca do segundo mandato e escolheu o senador Alfredo Nascimento (PR-AM) como o seu porta-voz no Senado

Governador José Melo escolheu o senador Alfredo Nascimento como o porta voz do governo dele no Senado Federal

Governador José Melo escolheu o senador Alfredo Nascimento como o porta voz do governo dele no Senado Federal (Roque Sá/Agência Tempo)

O governador José Melo (Pros) saiu nesta segunda-feira (19) do Palácio do Planalto, onde foi recebido pela presidente Dilma Rousseff (PT) pela primeira vez, com duas decisões políticas importantes para a campanha dele à reeleição: vai apoiar a candidata do PT na busca do segundo mandato e escolheu o senador Alfredo Nascimento (PR-AM) como o seu porta-voz no Senado. Embora aliados de Dilma, os senadores Eduardo Braga (PMDB-AM), pré-candidato ao Governo do Amazonas, e a senadora Vanessa Grazziotin (PCdoB-AM) estarão no mesmo lado nas eleições de outubro deste ano, restando a Alfredo cuidar dos interesses do Governo de José Melo.

Depois de obter garantias de que o Governo Federal vai dar andamento e liberar recursos para obras de asfaltamento das estradas no interior do Estado, melhorar a captação e distribuição de água e ainda construir 15 escolas de tempo integral, Melo garantiu à presidente que ele e o ex-governador Omar Aziz vão montar palanque para ela no Amazonas. Eles não trataram sobre visita institucional ou política da presidente da República ao Estado.

Para acelerar o processo de liberação dos recursos federais antes do início da campanha eleitoral – período que a lei proíbe repasse de recursos aos Estados – participaram da reunião com a presidente Dilma e o governador José Melo o ministro da Casa Civil, Aloizio Mercadante, e do Planejamento, Miriam Belchior.

No Senado, Alfredo Nascimento será o parceiro do Governo do Amazonas para acompanhar os projetos que autorizam recursos do Banco Mundial, no valor de US$ 151 milhões (R$ 333,37 milhões) para o Programa de Aceleração do Desenvolvimento da Educação do Amazonas (Padeam), que tem o objetivo de melhorar a qualidade dos serviços educacionais e expandir o acesso à educação fundamental e média. O outro projeto, que ficará sob a mira do senador Alfredo é o que pede autorização de US$ 216 milhões (R$ 476,88) para proporcionar um ajuste fiscal nas contas do Estado.

Dilma e Melo também trataram sobre a votação, em segundo turno, da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) nº 103/2011, que prorroga a Zona Franca de Manaus por mais 50 anos. Segundo o governador, a presidente está muito preocupada com o atraso na votação e pediu a ele que mobilizasse a bancada amazonense para atuar junto aos parlamentares dos Estados especialmente os interessados na prorrogação da Lei de Informática e das Áreas de Livre Comércio (ALCs).