Log in

Bem-vindo Log out Alterar dados pessoais

Esqueceu a senha?

X

Qualquer dúvida click no link ao lado para contato com a Central de Atendimento ao Assinante

Esqueceu a senha?

X

Sua senha foi enviadad para o e-mail:

Olimpíada nacional sobre conhecimentos técnicos tem 13 estudantes do Amazonas

Competição realizada pelo Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai) reunirá 800 jovens estudantes de todo o Brasil

Os 13 estudantes do Amazonas classificados para o torneio não participaram do lançamento oficial da olimpíada, nesta quinta-feira, em São Paulo

Os 13 estudantes do Amazonas classificados para o torneio não participaram do lançamento oficial da olimpíada, nesta quinta-feira, em São Paulo (Divulgação/CNI)

O Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai) lançou nesta quinta-feira (31), em São Paulo, a oitava edição da Olimpíada do Conhecimento. A edição de 2014 do torneio nacional de educação profissional vai ter a participação de 800 jovens competidores de todo o Brasil, entre eles, 13 estudantes do Senai no Amazonas. Apesar do lançamento oficial do torneio ter sido realizado nesta quinta-feira, a competição pra valer começa em setembro, em Belo Horizonte, cidade-sede da Olimpíada do Conhecimento 2014.

De acordo com o diretor-geral do Senai, Rafael Lucchesi, a formação de técnicos para a indústria brasileira ainda está distante do que o mercado exige. Por isso, o torneio nacional busca contribuir para mudar essa realidade. “Temos um grande problema de produtividade no País. Mas seguramente a formação de educação básica e profissional são grandes componentes que impactam na produtividade do trabalho”, disse Rafael.

O diretor-geral do Senai frisou que para se manter competitiva, a indústria precisa se modernizar. E as escolas de formação técnica no País têm que acompanhar esse movimento. “Para fazer frente à competição internacional, a indústria se moderniza, investe em equipamentos mais modernos. E é claro que isso modifica os requisitos da formação técnica do trabalho”, declarou Rafael.

A Olimpíada do Conhecimento esse ano reunirá os melhores jovens qualificados em 58 ocupações técnicas ligadas à indústria, ao setor de serviços e à agropecuária. Os competidores saíram de cursos profissionalizantes das escolas do Senai, do Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (Senac) e dos Institutos Federais de Tecnologia – esses últimos, pela primeira vez, farão parte das provas.

Um desses competidores é o jovem Elton dos Santos Vilela, de 19 anos. Morador de São Bernardo dos Campos-SP, Elton se identificou pela área de movelaria, e desde 2011 é selecionado para competir na categoria Marcenaria de Móveis. “Me sinto muito motivado para a competição. Porque a olimpíada nos impulsiona para continuar estudando, e nos coloca diante de oportunidades que não experimentamos nos cursos”, conta Elton, que já conquistou uma medalha de prata no torneio nacional.

Elton diz que o setor moveleiro experimenta um crescimento no Brasil, e que a experiência que ele já adquiriu como competidor o coloca em condições de encontrar um bom emprego na área. Mas, no momento, o sonho do jovem é outro: “Minha intenção é virar professor do Senai”, revela o competidor.

Os 13 estudantes do Amazonas classificados para o torneio não participaram do lançamento oficial da olimpíada, ontem.

O presidente da Confederação Nacional das Indústrias (CNI) – parceira do torneio nacional, Robson Andrade, disse que a competição ajuda a indústria na busca por talentos. “Procuramos os melhores talentos. Buscando nos jovens que ali estão competindo os melhores profissionais, aqueles que podem fazer a diferença”, afirmou Robson Andrade.

O repórter viajou a convite da Fieam