Log in

Bem-vindo Log out Alterar dados pessoais

Esqueceu a senha?

X

Qualquer dúvida click no link ao lado para contato com a Central de Atendimento ao Assinante

Esqueceu a senha?

X

Sua senha foi enviadad para o e-mail:

Nova presidente do TRE-AM vai enquadrar candidatos ao Governo do Estado para ressaltar leis

Desembargadora Socorro Guedes planeja se reunir com os pleiteantes ao cargo de governador do Amazonas para recomendar o respeito à legislação eleitoral

Socorro Guedes disse que fará ‘reuniões de esclarecimento’ com todos os candidatos para lembrar da postura que a Justiça Eleitoral esperará deles

Socorro Guedes disse que fará ‘reuniões de esclarecimento’ com todos os candidatos para lembrar da postura que a Justiça Eleitoral esperará deles (Clóvis Miranda)

A presidente do Tribunal Regional Eleitoral do Amazonas (TRE-AM), desembargadora Socorro Guedes, afirmou, nesta sexta-feira (09), confiar que os pré-candidatos ao Governo do Estado respeitarão os limites da legislação eleitoral. Mesmo assim, anunciou que irá se reunir com cada um deles, inclusive com o governador do Estado, José Melo (Pros), para alertá-los da postura que o TRE-AM aguarda dos concorrentes.

“Eu entendo que antes de tudo, todos nós, gestores, temos que ter responsabilidade. A experiência do governador (José Melo) não é de agora, ele já vem de outra administração. E nós faremos inúmeras reuniões de esclarecimento, não só com o governador, mas com todos os candidatos, dizendo o que o TRE espera da postura deles, e eu sei que eles farão a parte deles também. Estou confiante nisso”, declarou Socorro Guedes.

A desembargadora Socorro Guedes assumiu, ontem, oficialmente, a presidência do TRE-AM, em cerimônia realizada na sede do Ministério Público do Estado do Amazonas (MPE-AM), onde atuou como promotora por 17 anos.

Entre as autoridades presentes na cerimônia, estavam o governador do Estado, José Melo; o prefeito em exercício, vereador Sildomar Abtibol (Pros); o presidente do Tribunal de Justiça do Amazonas (TJ-AM), desembargador Ari Moutinho; o procurador-geral de Justiça, Francisco Cruz; o presidente da Assembleia Legislativa do Amazonas (ALE-AM), deputado Josué Neto (PSD); e o presidente da Câmara Municipal de Manaus (CMM), vereador Bosco Saraiva (PSDB).

Também estiveram presentes na solenidade, os deputados federais Henrique Oliveira (PR) e Átila Lins (PSD); os deputados estaduais Sidney Leite (DEM), Francisco Souza (PSC), Marcelo Ramos (PSB); e os vereadores Mario Frota (PSDB), Therezinha Ruiz (DEM) e Plínio Valério (PSDB); além de membros do Ministério Público, servidores do Judiciário e operadores do Direito.

Em seu discurso, a presidente do TRE-AM afirmou ter “a exata noção da importância e responsabilidade de presidir o Tribunal Eleitoral” do Estado. “Tenho a humildade para reconhecer que serei apenas uma peça de um grande mosaico que é o nosso TRE. E que empenharei todos os meus esforços para que as eleições transcorram dentro da mais absoluta segurança, lisura e tranquilidade”.

A desembargadora assume o Tribunal em ano de eleição, quando 2,1 milhões de eleitores devem ir as urnas no Estado eleger o próximo Presidente da República, o governador, os deputados estaduais e federais, além dos senadores. “A nossa prioridade é preparar as eleições da maneira mais transparente possível e com responsabilidade”, declarou. A juíza é a terceira mulher a comandar a corte eleitoral do Amazonas e disse que terá como marca de sua gestão o diálogo e o compartilhamento das decisões.

Na ocasião, o desembargador João Mauro Bessa assumiu o cargo de vice-presidente e de corregedor-geral do TRE amazonense. No seu discurso, o vice-presidente do tribunal disse que “o modelo eleitoral que se busca é um sem fraudes e vícios”.

Candidatos foram para a posse

Apenas três, dos oito pré-candidatos ao governo do Amazonas compareceram à cerimônia de posse da nova presidente do Tribunal Regional Eleitoral (TRE-AM), desembargadora Socorro Guedes: José Melo, Marcelo Ramos e Henrique Oliveira.

José Melo, que assumiu o governo do Estado há 35 dias, após Omar Aziz renunciar para disputar uma vaga no Senado Federal pelo o Amazonas, compôs a mesa durante a solenidade, e em discurso disse que “uma corte que tem uma pessoa da envergadura e competência de Socorro Guedes não tem o que temer”.

Guedes fez carreira no MPE-AM

A desembargadora Socorro Guedes fez carreira no Ministério Público do Amazonas (MPE-AM), onde ocupou o cargo máximo, o de procuradora-geral de Justiça. Entrou no Tribunal de Justiça do Amazonas (TJ-AM) no dia 20 de dezembro de 2005.

O ex-presidente do TRE-AM, desembargador Flávio Pascarelli, não compareceu à cerimônia de posse da colega e nova presidente do TRE-AM. O magistrado, que está de férias na Europa, ocupou o cargo de presidente da Corte Eleitoral do Estado por dois anos (2012-2014).

‘Pedimos apoio da população’, diz Socorro Guedes em entrevista

A presidente do TRE-AM, desembargadora Socorro Guedes, afirmou, ontem, que conta com a ajuda da população para coibir a prática de crimes eleitorais. A seguir, trechos da entrevista concedida a A Crítica pela magistrada na chega à sede do Ministério Público Estadual (MPE-AM).

Como que a senhora pretende coibir a campanha eleitoral antecipada?

Nós temos os juízes da propaganda, o Ministério Público Eleitoral também está atento, e pedimos também o apoio da população, para que qualquer ato que presencie fotografe, e entre em contato com a Ouvidoria do TRE-AM para que possamos imediatamente tomar as providências cabíveis.

Como superar as distâncias no interior para assegurar o direito ao voto?

Esse trabalho com relação à problemática nas distâncias nós já estamos realizando, através dos magistrados de cada zona eleitoral, identificando onde tem o número de eleitores suficientes para que ali possamos colocar uma seção eleitoral. Desta forma, o eleitor não precisa se deslocar até a sede do município mais próximo. O que nós queremos é dar toda a facilidade para que o eleitor possa ir as urnas.

É uma eleição para o Governo do Estado. Como fiscalizar o uso da máquina?

Eu entendo que antes de tudo todos nós gestores temos que ter responsabilidade. A Experiência do governador (José Melo) não é de agora, ele já vem de outra administração, e nós faremos inúmeras reuniões de esclarecimento, não só com o governador, mas com todos os candidatos dizendo o que o TRE-AM espera da postura deles, e eu sei que eles farão a parte deles também. E eu estou confiante nisso.

O TRE-AM vai adotar alguma medida em parceria com o Ministério Público para fazer valer a lei da Ficha Limpa e barrar os “fichas suja”?

O Ministério Público sempre foi um parceiro. Na verdade, o TRE-AM não poderia fazer seu trabalho sem a participação efetiva do Ministério Púbico. Então, o MP, do qual sou oriunda, e por isso há todo um simbolismo da minha posse, hoje, ser aqui, não tenho nenhuma dificuldade de ter no órgão este parceiro para coibirmos qualquer desvio de conduta de qualquer político.

Como a senhora vai administrar a pressão política sob o seu cargo? Há essa pressão?

De forma alguma. O desafio é para mim como seria para qualquer outro membro do TRE-AM. E o meu maior desafio é preparar as eleições no maior Estado da Federação. Esse é o principal desafio para todos nós. Não há o que temer de forma alguma.