Log in

Bem-vindo Log out Alterar dados pessoais

Esqueceu a senha?

X

Qualquer dúvida click no link ao lado para contato com a Central de Atendimento ao Assinante

Esqueceu a senha?

X

Sua senha foi enviadad para o e-mail:

Novo modelo de tarifa de energia entra em teste no AM

Contas de energia terão novo sistema a partir de janeiro de 2015, atingindo residenciais, comércio e indústria; novidade foi apresentada nesta quinta (19) pela Amazonas Energia

Conselho de Consumidores

Representantes do Conselho de Consumidores do Amazonas durante o encontro (Divulgação)

O Sistema de Bandeiras Tarifárias da Agência Nacional de Energia Elétrica foi apresentado nesta quinta (19), em Manaus, durante o 1º Encontro de Consumidores da Eletrobras Amazonas Energia, que aconteceu no auditório da própria empresa. A promoção foi do Conselho de Consumidores, formado por cinco entidades, com apoio da Associação Amazonense de Municípios.

A grande novidade é que as contas de energia terão novo modelo a partir de janeiro de 2015, atingindo consumidores residenciais, do comércio, indústria e claro municípios de todo o País.

Trata-se do Sistema de Bandeiras Tarifárias que, de acordo com o representante da Agência Nacional de Energia Elétrica, Gustavo Nery, entra em teste no Estado do Amazonas no primeiro semestre de 2014.

Nesse sistema, as bandeiras verde, amarela e vermelha indicarão se a energia custará mais ou menos, em função das condições de geração de eletricidade.

Sistema
Para a representante dos consumidores de energia de residências, Neuda Lima, é fundamental que a população seja informada de forma maciça sobre o Sistema de Bandeiras Tarifárias. “Precisamos entender esse processo para que os consumidores não saiam prejudicados, uma vez que a Aneel não vai indicar apenas uma bandeira na conta, mas poderá aumentar a conta de energia confo rme a cor da mesma”, declarou.

Para o representante da Associação Amazonense de Municípios e presidente do Conselho de Consumidores da Amazonas Energia, Beto Mafra, os gestores do interior do Amazonas buscam informações precisas sobre o novo sistema. “Além disso, precisamos rever as prioridades e investimentos porque o interior do Estado não consegue ser bem atendido e isso prejudica todos os setores da economia e do desenvolvimento social de nossos irmãos que estão fora da capital”, destacou.

Contexto
Para facilitar a compreensão das bandeiras tarifárias, desde junho 2013, o projeto está em teste no Brasil e agora se estenderá até o final de 2014.

Nesse contexto, a bandeira verde indica tarifa normal. Já a bandeira amarela indica sinal de alerta no consumo de energia e ainda acréscimo de R$ 0,015 por Kw/hora e a bandeira vermelha o aumento é de R$ 0,03 por Kw/hora.

Posição
Questionado pelo representante do Poder Público e diretor da Associação Amazonense de Municípios sobre as constantes faltas de energia em Manaus e nas demais cidades do Estado, o diretor da Amazonas Energia, Lúcio Fernandes, explicou que apesar dos constantes investimentos realizados pela empresa o alto número de ligações clandestinas prejudica a melhoria do fornecimento para o restante da população.

No encontro também foram debatidos o programa do Governo Federal “Luz Para Todos”, a revisão das tarifas e novos projetos para o setor.