Log in

Bem-vindo Log out Alterar dados pessoais

Esqueceu a senha?

X

Qualquer dúvida click no link ao lado para contato com a Central de Atendimento ao Assinante

Esqueceu a senha?

X

Sua senha foi enviadad para o e-mail:

Nível da reserva técnica do Sistema Cantareira chega a 11,7%

O sistema Cantareira, que fornece água para 9 milhões de pessoas na Grande São Paulo e para as bacias dos rios Piracicaba, Capivari e Jundiaí, sofre a maior falta de chuva de sua história

Sistema cantareiro, que distribui água para parte do estado de São Paulo

População de São Paulo passa por racionamento por conta da falta de chuva que deixou seco o Sistema Cantareira (Divulgação/ Sabesp)

O volume de água da reserva técnica do Sistema Cantareira atingiu 11,7 %, segundo medição de hoje (26) da Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp). Há um ano, o nível dos quatro reservatórios que compõem o Cantareira estava em 48,4%, descontada a reserva técnica.

Desde maio, o abastecimento em parte do estado passou a depender da reserva técnica ou volume morto - água que fica abaixo do nível de bombeamento. Com o reforço, os 182,5 bilhões de litros de água elevaram, na época, o total armazenado para 982,07 bilhões de litros. O Cantareira, que fornece água para 9 milhões de pessoas na Grande São Paulo e para as bacias dos rios Piracicaba, Capivari e Jundiaí, sofre a maior falta de chuva de sua história.

A situação crítica levou a Sabesp, na semana passada, a solicitar à Agência Nacional de Águas (ANA) e ao Departamento de Águas e Energia Elétrica (Daee) autorização para ampliar a retirada de água da reserva técnica. Apesar de não haver necessidade de bombeamento adicional, segundo a Sabesp, a medida preventiva é para dispor de mais 106 bilhões de litros de água da reserva, especificamente da Represa Jaguari/Jacareí.