Log in

Bem-vindo Log out Alterar dados pessoais

Esqueceu a senha?

X

Qualquer dúvida click no link ao lado para contato com a Central de Atendimento ao Assinante

Esqueceu a senha?

X

Sua senha foi enviadad para o e-mail:

Agenda cultural da Copa 2014 em Manaus encerra no próximo dia 13; aproveite as últimas atrações!

Projeto ‘Amazonas de Todas as Artes’ comemora êxito das atividades culturais e a recepção entusiasmada do público; confira o que ainda está acontecendo

Torcida no Largo São Sebastião foi um dos destaques da programação de festas e eventos da Copa em Manaus

Torcida no Largo São Sebastião foi um dos destaques da programação de festas e eventos da Copa em Manaus (Divulgação/SEC)

Sucesso de público e crítica, o projeto “Amazonas de Todas As Artes” encerra no próximo dia 13 de julho a maior programação cultural oferecida entre todas as cidades-sede da Copa do Mundo FIFA Brasil 2014.

Realização do Governo do Amazonas, por meio da Secretaria de Estado da Cultura, foram 40 mil artistas beneficiados em quase mil atividades que incluíram teatro, música, cinema, dança e artes plásticas, para citar algumas.

Tal êxito deve-se, principalmente, aos milhares de torcedores vindos de todas as partes do mundo que elegeram o Largo São Sebastião como o “point” da Copa; na verdade, o ponto de encontro da festa. O clima de confraternização podia ser conferido antes, durante e depois das partidas transmitidas diariamente nos dois telões instalados no local.

“A receptividade do povo manauara, com certeza, teve fundamental importância para a divulgação deste espaço que já se tornou referência no Brasil”, observa o Secretário de Estado de Cultura, Robério Braga.

Com o aumento do número de espectadores, a agenda cultural foi intensificada nos espaços entorno do Teatro Amazonas, e claro, principalmente no Largo São Sebastião. Por isso, vários artistas locais tiveram a oportunidade de divulgar seu trabalho a um público mais amplo em praça pública.

“Foi uma programação vitoriosa, já que o Largo foi eleito o ‘point’ na Copa. Ainda estamos fazendo o balanço do projeto, mas já podemos comemorar, pois o local ganhou novo destaque”, explica Robério.

Para atender a grande demanda de turistas, foram instalados dois telões, milhares de cadeiras e banheiros químicos, além de duas ambulâncias e a presença constante da Polícia Militar. Mesmo com os fins dos jogos em Manaus, a SEC vai continuar com a agenda diária de programações artísticas e na torcida para que a Seleção Brasileira de Futebol siga até a final da Copa do Mundo FIFA 2014.

Confira os destaques da programação da última semana do projeto “Amazonas de Todas As Artes”, iniciativa desenvolvida pelo Governo do Estado, por meio da Secretaria de Cultura.

DOMINGO, DIA 6

O espetáculo “Herança Africana”, do Balé Folclórico do Amazonas, que propõe uma reflexão sobre a presença e a influência do negro na cultura brasileira, fará última exibição no Teatro Amazonas, às 19h, com vendas de ingresso na bilheteria.

O musical “Podem Me Chamar de Chico” retorna aos palcos manauenses reunindo feras como Lucilene Castro, Márcia Siqueira, Cinara Nery, Marcos Paulo e Zezinho Corrêa no Teatro da Instalação, às 20h. O quinteto vai prestar tributo a três grandes representantes da música brasileira: Chico Buarque, Chico César e Chico da Silva. Com direção de William Pereira e Márcio Braz, a ficha técnica do show conta ainda com a colaboração de Monique Andrade nas coreografias, figurinos de Rizzo Andrade, direção musical de Hudson Alves e sonorização de Reldson de Paula. A entrada é franca.

SEGUNDA-FEIRA, DIA 7

Estela (Julia Soutello), uma atriz frustrada e solitária, contrata o michê Jony (Eduardo Gomes) para acompanhá-la numa noite. Os segredos e as semelhanças entre ambos são revelados na peça “A Noite Em que Blache Dubois Chorou Sobre a Minha Pobre Alma”. Dirigido por Francisco Cardoso e fotografia assinada por Ramoniel Gomes, a apresentação será no Teatro Amazonas, às 21h. Há ingressos no valor de R$ 10 (meia).

TERÇA-FEIRA, DIA 8

A “Mostra Amazonas” traz coletânea de curtas-metragens produzidos por alunos do projeto Jovem Cidadão, inciativa que promove o desenvolvimento social, pessoal e comunitário de jovens entre 15 e 17 anos. As sessões, que serão realizadas no Centro Cultural Povos da Amazônia às 11h e 17h, incluem projeto dos alunos do curso de pós-graduação da Fundação Getúlio Vargas (SP) selecionado por meio de edital do Ministério da Cultura.

QUARTA-FEIRA, DIA 9

De Gilberto Gil ao saxofonista e clarinetista cubano Paquito D´Rivera, o repertório que a Amazonas Jazz Band apresenta no Teatro Amazonas, a partir das 21h, vai homenagear também referências do gênero como o carioca Cláudio Roditi. Radicado nos EUA há mais de 40 anos, o trompetista foi um dos destaques do IX Festival Amazonas Jazz. Ingressos também à venda na bilheteria do Teatro.

QUINTA-FEIRA, DIA 10

Destaque do projeto “Amazonas de Todas As Artes”, a cultura popular vai dominar o Centro Cultural Largo São Sebastião a partir das 16h. Os grupos Tambor de Crioula Punga Baré, Maracatú Eco da Sapopema, Gambá e Boi Temozinho de Maués, Gambá de Humaitá, Bando da Anunciação, Cordão da Marambaia e Cativeiro destacarão a rica diversidade de expressões folclóricas do País. A programação contará também com apresentações de teatro de rua e artistas circenses.

Às 21h, no Teatro Amazonas, a Orquestra de Violões revisita clássicos do samba e da música popular brasileira, como “Que Saudades da Amélia” (Ataulfo Alves e Mário Lago), “Modinha para Gabriela” (Gal Costa), e “Isto Aqui, O Que É?” (Ary Barroso).

SEXTA-FEIRA, DIA 12

O espetáculo “A Árvore dos Desejos”, do grupo musical infantil A Turminha da Floresta, é a atração da “Hora do Conto” que terá início às 15h, na Biblioteca Pública do Estado. Apostando na interação com o público, o grupo vai abordar a importância da amizade, valores como bons modos e preservação do meio ambiente.

Às 18h, o cantor Nunes Filhos leva romantismo ao palco do Centro Estadual de Convivência do Idoso no show “Nunes Filho Dá Olé Dá Show Brasil”.

DOMINGO, DIA 13

A Cia Arte em Movimento Zona Cultural encena o infantil “Aykunã e a Árvore da Sabedoria” no Teatro Amazonas às 11h.  Vencedor de quatro prêmios no Festival de Teatro da Amazônia em 2012, a montagem baseia-se em tradições do povo Ticuna para mostrar a importância da preservação ambiental.

Os ingressos para os espetáculos no Teatro Amazonas podem ser adquiridos pelo site www.bestseat.com.br ou na bilheteria do local (3622-1880/3622-2420).

*Com informações da Secretaria de Estado de Cultura (SEC).