Log in

Bem-vindo Log out Alterar dados pessoais

Esqueceu a senha?

X

Qualquer dúvida click no link ao lado para contato com a Central de Atendimento ao Assinante

Esqueceu a senha?

X

Sua senha foi enviadad para o e-mail:

Balé Folclórico faz homenagem ao Festival Folclórico do Amazonas com ‘Foguedos’

A direção artística é de Conceição Souza, que assina ainda a pesquisa e coreografia e os figurinos são de Herleson Costa e Central Técnica de produções. “Folguedos” tem a participação de 33 bailarinos que integram o Balé Folclórico do Amazonas

O evento é uma realização da Secretaria de Estado da Cultura. A entrada é franca.

O evento é uma realização da Secretaria de Estado da Cultura. A entrada é franca. (Divulgação)

“Foguedos” é o novo espetáculo do Balé Folclórico do Amazonas que será apresentado no domingo (20) às 19h, no Teatro Amazonas, Centro de Manaus. O espetáculo é uma homenagem ao Festival Folclórico do Amazonas, onde será retratado momentos das décadas de 50 e 60, quando o Festival ocorria no campo General Osório, onde hoje é o Colégio Militar de Manaus.

De acordo com a diretora do Balé Folclórico do Amazonas, Conceição Souza, “Foguedos” tomará conta do palco do Teatro como um grande arraial com direito a danças folclóricas tradicionais, incluindo Quadrilha, Jacundá, Rapachão, Serafina, Boi-bumbá e Ciranda. “O Balé vai retratar trechos de situações teatrais como o casamento, que acontece na Quadrilha, por exemplo”, disse.


“Folguedos” tem a participação de 33 bailarinos que integram o Balé Folclórico do Amazonas.

A direção artística do esptáculo é de Conceição Souza. Para ela, parte da história base do Festival Folclórico do Amazonas, inclusive, alimentou a criação do espetáculo "Foguedos".

O Festival Folclórico do amazonas teve seu inicio em 21 de junho de 1957, no Campo do Quartel 27 B.C., Estádio General Osório, em Manaus, contribuindo assim para difundir a cultura popular do Amazonas. O evento tem atrações como os bois principais, Garanhão, Brilhante e Corre-Campo e apresentações de cirandas, danças nordestinas, quadrilhas e apresentações de tribos.

Em 1979, o festival passou a ser apresentado em diferentes lugares como Parque Amazonense, Estádio da Colina, Estádio Vivaldo Lima, (Vivaldão). Hoje, é realizado no Centro Cultural Povos do Amazonas.


*Com informações da assessoria de imprensa