Log in

Bem-vindo Log out Alterar dados pessoais

Esqueceu a senha?

X

Qualquer dúvida click no link ao lado para contato com a Central de Atendimento ao Assinante

Esqueceu a senha?

X

Sua senha foi enviadad para o e-mail:

Rompendo o silêncio: descubra os prazeres que o sexo anal proporciona ao casal

É hora de rever os conceitos que se tinha sobre o sexo anal e aproveitar tudo de melhor que a relação pode proporcionar. A prática teve aumento de 15% entre casais do Brasil, conforme levantamento da organização Durex Global Sex Survey


A região do ânus é cheia de terminações nervosas, como o clitóris e o ponto G, na vagina

A região do ânus é cheia de terminações nervosas, como o clitóris e o ponto G, na vagina (Divulgação)

Mesmo nos dias de hoje, quando se fala sobre sexo anal, existe certo receio por parte das mulheres em assumir que é praticante da posição adorada principalmente pelos homens. Para a sexóloga Fabiane Dell’ Antonio, o assunto ainda é visto com um pouco de preconceito por ser uma região responsável pela defecação e não apresentar capacidade de acomodação do pênis, como ocorre com a vagina.

Um levantamento recente realizado pela Durex Global Sex Survey no Brasil, revelou que a prática do sexo anal cresceu 15% somente no ano passado. O que significa que muitos casais têm conversado mais sobre o tema e os possíveis tabus do sexo.

Pensando nisso, a sexóloga consultora da maior empresa de produtos sensuais, a Hot Flowers, dá algumas dicas importantes de como iniciar ou melhorar a prática entre os casais.

Higienização e proteção

Fabiane não recomenda que a higienização seja interna, mas sim externa e essa higienização deve ser realizada antes e depois da relação. Mesmo com toda limpeza na região, é de suma importância a utilização da camisinha, pois diferente do que algumas pessoas pensam, é sim possível contrair doenças com o ato, devido a troca de algumas bactérias. Além disso, é indicado que se utilize um preservativo somente para a prática do sexo anal.

Prazer anal

Para a sexóloga é possível sim chegar ao orgasmo com a prática anal. Isso porque a região é cheia de terminações nervosas, como o clitóris e o ponto G, na vagina. Para facilitar o orgasmo a mulher precisa estar lubrificada, relaxada e excitada. “A região que proporciona maior prazer na mulher está na entrada do ânus (região muscular), com pouca profundidade”, sinaliza.

Lubrificação

Como a lubrificação anal é mais complicada, para evitar possíveis incômodos durante o ato, a sexóloga indica a utilização de lubrificantes específicos para a região. A especialista ainda alerta para o cuidado com a escolha produto, “Recomenda-se os que são à base de água e de óleos naturais”, como, por exemplo, o JustJoy ou DeepEasy da Hot Flowers.

Dor durante o sexo

A questão da dor, segundo Fabiane depende de vários fatores. O que ajuda a não sentir dor é a lubrificação local, excitação da pessoa, relaxamento dos músculos da região anal, o tamanho do pênis, além da posição. A maioria das praticantes apontam a posição “de lado” como mais confortável para a pratica.