Log in

Bem-vindo Log out Alterar dados pessoais

Esqueceu a senha?

X

Qualquer dúvida click no link ao lado para contato com a Central de Atendimento ao Assinante

Esqueceu a senha?

X

Sua senha foi enviadad para o e-mail:

Maracatu Eco da Sapoema faz aniversário em grande estilo

O Maracatu Eco da Sapopema, irá realizar um grande evento comemorativo de seu aniversário de cinco anos de existência no Espaço Cultura Muiraquitã. A festa contará não apenas com muio batuque como apresentação de dança, arte circense,exposição de roupas, e participação da banda Casa de Caba

Cerca de 50 pessoas já passaram pelo grupo que irá comemorar cinco anos de existência

Cerca de 50 pessoas já passaram pelo grupo que irá comemorar cinco anos de existência (Divulgação)

Em celebração de seus cinco anos de fundação, o grupo Maracatu Eco da Sapopema, irá realizar no próximo sábado (7) um evento comemorativo no Espaço Cultural Muiraquitã, localizado na Alameda Itália, Conjunto Petros, bairro Aleixo, na Zona Leste.

O evento contará com uma programação especial com a integração de várias expressões artísticas: arte circense, exposição de fotografia, exposição de roupas e acessórios artesanais, além da apresentação do Maracatu Eco da Sapopema junto com o corpo de dança, e ainda o show da banda Casa de Caba.

Trajetória

Fundado em 2009, o Maracatu Eco da Sapopema e tem difundido a cultura do maracatu de baque virado no estado do Amazonas. Ao longo desse tempo, mais de 50 pessoas de diferentes estados e faixa etárias já passaram pelo Maracatu Eco da Sapopema, onde aprenderam a tocar e cantar o maracatu, hoje o grupo conta com 20 batuqueiros ativos. O grupo já se apresentou em festivais, eventos comemorativos, casas de shows e blocos de carnaval no estado.

Desde o início, o grupo oferece oficinas gratuitas que são realizadas todas as quintas-feiras, onde os participantes aprendem a cantar e tocar a música do maracatu, bem como fazer manutenção nos instrumentos musicais, e fazer cortejos/apresentações em comunidades próximas ao local sede do maracatu e em eventos de cunho cultural, social e ambiental.

Essas atividades despertam nos seus participantes a sensação de ser útil e fazer parte de um grupo, aperfeiçoando os seus conhecimentos, processo criativo, coordenação motora, assim como, permite aumentar sua autoconfiança e autoestima, reforçando a manutenção e a ampliação da capacidade cognitiva e percepção artística. Elas também retomam práticas populares em processo de esquecimento (a música do maracatu de baque virado), difundem as expressões populares para além dos limites de suas comunidades de origem (já que o maracatu de baque virado é original do estado de Pernambuco) e tem valor de difusão de cultura Afro-brasileira.