Log in

Bem-vindo Log out Alterar dados pessoais

Esqueceu a senha?

X

Qualquer dúvida click no link ao lado para contato com a Central de Atendimento ao Assinante

Esqueceu a senha?

X

Sua senha foi enviadad para o e-mail:

Web-série Dominguinhos + revive obra e história do sanfoneiro

Dominguinhos +, web-série que traz o músico em diversos encontros a partir do próximo dia 26 episódios serão postados semanalmente e trarão Djavan, Lenine, Yamandu Costa, João Donato, entre outros o primeiro mini doc terá a presença de Gilberto Gil. Big Bonsai assina a produção

Dominguinhos faleceu no ano passado após um longo período em coma

Dominguinhos faleceu no ano passado após um longo período em coma (Reprodução)

De 26 de fevereiro a 16 de abril, todas as quartas-feiras, um encontro entre Dominguinhos e um parceiro musical estará disponível na internet, através do endereço. Ao longo desse período, o público poderá conferir duetos, papos e lembranças de alguns dos mais importantes nomes da música brasileira – sempre ao lado de Dominguinhos.

Passaram pelo estúdio, ao longo dos últimos três anos e foram registrados pela equipe da produtora big Bonsai, Hermeto Pascoal / João Donato, Wilson Das Neves, Luiz Alves / Gilberto Gil / Elba Ramalho / Lenine / Mayra Andrade, Yamandu Costa, Hamilton De Holanda / Djavan / Orquestra Jazz Sinfônica. Dominguinhos +apresentará, ao todo, oito episódios. E, além desses mini documentários, também estará disponível uma play list e duas novas músicas a cada encontro.

História e música

Na web-série há, além de muita música, histórias que seus parceiros trazem. São músicos falando a respeito desse exímio sanfoneiro, cantor, compositor e vencedor de dois Grammys Latino que começou a tocar ainda criança. No primeiro episódio – dia 26/02 – teremos Gilberto Gil. Têm participação especial Robertinho Silva, Heraldo do Monte e Arismar do Espírito Santo.

Gil explica, por exemplo, que o que o levou a convidar Dominguinhos a participar de um trabalho em conjunto foi “essa percepção do gosto dele pelo ecletismo”. Conta que viajaram 20 mil quilômetros e que, num dado momento, em que ele tocava músicas de reggae, Dominguinhos brincou: aquele ritmo era, na realidade, “um xotezinho sem vergonha”.

E, ainda esse semestre, um longa-metragem – Dominguinhos – também entrará em cartaz. Nele, teremos o músico por ele mesmo. Com narração em primeira pessoa, o documentário apresentará bastante imagem de arquivo e o músico em diferentes fases da sua vida. Sua infância, sua primeira sanfona, sua viagem ao Rio, casamentos estão registrados ali em filme que leva a assinatura de Mariana Aydar, Eduardo Nazarian e Joaquim Castro.

Mariana foi a idealizadora do projeto que acabou gerando esses dois formatos. Os produtores – Deborah Osborn, Felipe Briso e Gilberto Topczewski - explicam a complementariedade dos trabalhos: “À medida que nos aprofundávamos na vida e obra do mestre, ficava clara a necessidade de que essa história tivesse desdobramentos em diversas plataformas. O material era vasto e valioso e a vontade de contar essa história para o maior número de pessoas possível era um objetivo importante. Do cinema à internet, do livro ao Facebook, do disco ao Youtube. As idéias foram surgindo e a vocação do material foi se revelando”.