Log in

Bem-vindo Log out Alterar dados pessoais

Esqueceu a senha?

X

Qualquer dúvida click no link ao lado para contato com a Central de Atendimento ao Assinante

Esqueceu a senha?

X

Sua senha foi enviadad para o e-mail:

Banda Alaídenegão fecha contrato com a gravadora carioca Deckdisc

Amazonenses acabam de entrar num catálogo de artistas que tem Pitty, Alceu Valença e Nação Zumbi. Músicos e empresa celebram nova fase, que promete ser um marco na carreira da “Neguinha”

A banda Alaídenegão é a convidada desta quinta no projeto "reggae n' roll"

A banda encara o momento como um de novas possibilidades para difundir a música do Norte (Divulgação)

A banda amazonense Alaídenegão, carinhosamente apelidada pelos fãs como “Neguinha”, é a mais nova contratada da gravadora Deckdisc (RJ), que tem no seu catálogo de artistas e grupos nomes como Alceu Valença, Fernanda Takai, Forfun, Gang do Eletro e Nação Zumbi. Os primeiros contatos começaram ainda em 2012, quando um disco da banda chegou às mãos do produtor Rafael Ramos através da Zefirina Bomba, que tocou por aqui durante o Festival Cauxi, organizado pela Alaídenegão.

Apresentada pela Deck como “uma das grandes revelações atuais da música do Norte”, a “Neguinha” conquistou Ramos (que descobriu Mamonas Assassinas e Pitty) com sua mistura de rock, reggae, maracatu e sons regionais. “Contratamos o grupo por ser uma das bandas mais originais que tem por aí. E eles fazem qualquer um dançar”, declarou o produtor, avisando que já tem CD saindo do forno.

Para o guitarrista e vocalista Davi Escobar, este é o momento de vislumbrar novas possibilidades para difundir a música da banda. “Mas sempre tivemos o pé no chão e a consciência de que nossas raízes estão em Manaus. Estamos entrando em uma nova fase, sem dúvida, mas vamos continuar trabalhando do mesmo jeito”, afirma.

Para ele, o contrato com a Deck vai possibilitar um aparato melhor de produção e distribuição da música da Alaíde. “Os shows fora do Amazonas também tendem a ser mais freqüentes. Isso é inevitável, o que não impede de fazermos as nossas próprias produções e eventos”, destaca Davi. No dia 3 de março, por exemplo, a banda comanda a terceira edição do Bloco do Cauxi Eletrizado, na Assinpa, ao lado de Os Tucumanus, Cabocrioulo e Metaleira do Carnaval.

Gravação

No momento, os amazonenses estão aproveitando a passagem por São Paulo, onde se apresentaram na noite desta quinta-feira (20), para finalizar o álbum de estreia pela Deck. “Senoide Sensual” está sendo gravado no estúdio Costella e conta com produção de Rafael Ramos. 

De acordo com Escobar, o disco terá em torno de 15 faixas e vai incluir as músicas já consagradas da Alaídenegão, como “Tecendo o Som” e “Rodar na Bica”, além de novas composições que estão sendo apresentadas agora ao público. A previsão é que o trabalho seja lançado até o meio do ano. 

Os amazonenses estão em São Paulo, onde participaram da mostra “Melhores da Prata”, no Sesc Pompeia, dividindo o palco com o Combo X, projeto de Gilmar Bola 8 (Nação Zumbi). O evento reuniu as bandas que fizeram os melhores shows ao longo de 2013 no projeto “Prata da Casa”. A Alaíde tocou pela primeira vez no Pompeia em setembro do ano passado, quando também começou a gravar “Senoide Sensual” a convite de Rafael Ramos.

Discografia

A banda é formada, além de Davi, por Agenor Vasconcelos (baixo e voz), Rafael Angelo (guitarra), AJ (bateria) e Markito Rock (trompete). Eles já lançaram os EPs “Uns Todo Mundo, Outros Tudo Bem” (2010) e “Tecendo o Som” (2012), que apresentaram o som peculiar dos músicos ao público manauara.