Log in

Bem-vindo Log out Alterar dados pessoais

Esqueceu a senha?

X

Qualquer dúvida click no link ao lado para contato com a Central de Atendimento ao Assinante

Esqueceu a senha?

X

Sua senha foi enviadad para o e-mail:

Brasil de portas abertas para artistas de Manaus

Cantores que estão morando em outras cidades dividem conselhos com aqueles que pensam em fazer o mesmo

Junior, Márcia e Lucevilson: vozes invadem o Brasil

Junior, Márcia e Lucevilson: vozes invadem o Brasil (Fotos: Divulgação)

Em matéria publicada neste domingo (12) no caderno BEM VIVER, o grupo Os Tucumanos e o cantor Luiz Eduardo Dornellas anunciaram que estão de malas prontas para dar continuidade às suas carreiras em outras cidades. Apesar da empolgação derivada do novo, não é nada fácil abandonar a terra em que todos conhecem seu nome, sua música e reverenciam seu talento. Sob uma perspectiva mais experiente, quem já trilhou esse caminho desafiador concordou em partilhar alguns conselhos para diminuir a ansiedade dos desejosos pela mesma aventura.

Há dois meses morando no Rio de Janeiro com o filho Begê Muniz (ator no ar em “Além do Horizonte”), o cantor Lucevilson de Souza tem visto com ótimos olhos a efervescência cultural carioca. “Tenho procurado me entrosar, ir a shows para conhecer artistas e buscar entender o que a cena está oferecendo ao público para poder me inserir”, conta.

Compreender que recomeçar em um lugar diferente não é da noite pro dia foi fundamental para acalmá-lo, pois antes de deixar a capital amazonense, Lucevilson tinha seus receios. “Não dá pra achar que dá para chegar e trabalhar de imediato. Entendi isso e agora não estou mais temeroso, acho que fiz a coisa certa”, conta, afirmando que em suas andanças pela cidade maravilhosa, já conseguiu dar algumas canjas e rever velhas amizades, como o cantor Geraldo Azevedo.

Abertura
A cantora Márcia Novo, por si, já topou a aventura de mudar de cidade há dois anos. Ela reside em Campinas (SP), onde pode fazer aulas de canto, teatro e ter o acompanhamento de uma fonoaudióloga no intuito de se preparar para lançar seu novo álbum. Satisfeita com a decisão, Márcia só tem a incentivar os colegas de profissão.

“O amadurecimento é incrível. Estou tendo a oportunidade de conhecer músicos que me mostraram um lado da música que eu não conhecia enquanto morava em Manaus”, comenta. Dentre estes, a cantora cita Simoninha, Jairzinho, Luciana Mello, Fernanda Abreu, Jorge Vercilo e até Chico Buarque.

Diferente de Lucevilson, Márcia Novo não teve temores: preparou-se financeiramente, arrumou as malas e foi. Ela diz que agora o próximo passo é mudar para Rio de Janeiro ou São Paulo capital. “Estarei sempre em Manaus pois aqui é minha casa, mas a minha necessidade é morar fora, ficar perto do eixo”.

De canja em canja...
Uma das vozes mais famosas do samba em Manaus está morando no Rio de Janeiro há menos de um mês. Trata-se do cantor Junior Rodrigues, que lá foi fazer um curso técnico de produção de áudio. Mesmo sem a intenção de se mudar permanentemente, Rodrigues tem colhido bons frutos - já deu canja nas casas de show Bom Sujeito, Samba do Trabalhador e Sobrenatural, com ótima aceitação ele diz.

Para o cantor, no entanto, a decisão de abandonar a cidade natal é perigosa. “Tem gente que nem conhece o Amazonas todo e já quer tocar no sul, sudeste. Você primeiro tem que tocar no seu quintal”, aconselha.