Log in

Bem-vindo Log out Alterar dados pessoais

Esqueceu a senha?

X

Qualquer dúvida click no link ao lado para contato com a Central de Atendimento ao Assinante

Esqueceu a senha?

X

Sua senha foi enviadad para o e-mail:

Chefs do AM opinam sobre polêmica do brigadeiro: 'Achei ofensivo', diz dona de cupcakeria

Durante entrevista ao canal GNT, o chef inglês Jaime Oliver criticou sobremesa brasileira. "Isso é um bando de porcaria!”, disse na ocasião. Profissionais de docerias em Manaus discordam e comentam sobre episódio

"Ele tem até o direito de não ter gostado, mas deveria ter expressado de uma forma diferente", dispara a chef Gaby Harb

"Ele tem até o direito de não ter gostado, mas deveria ter expressado de uma forma diferente", dispara a chef Gaby Harb (J. Renato Queiroz)

De passagem pelo País na última semana, o chef inglês Jaime Oliver deixou os brasileiros de boca aberta, não pelas caprichadas receitas que costuma elaborar no seu programa “Enconomize com Jaime” (canal pago GNT, às terças-feiras), mas por um infeliz comentário que fez no “Saia Justa” - também exibido pelo canal.

Durante entrevista com a jornalista Barbara Gancia, ele foi convidado a degustar alguns dos doces mais populares da nossa gastronomia. Ao chegar no quindim e no brigadeiro, sem papas na língua, Oliver soltou: “Isso é um bando de porcaria!”.

A declaração, quase que de imediato, rodou pela Internet e gerou comentários não muito favoráveis ao mestre-cuca, como “Horror é a comida inglesa, sem gosto nenhum” ou “Toda pessoa que não gosta de brigadeiro só pode ser mau caráter”.

Proprietária da Gaby Harb Cupcake (Av. Paraíba, nº 992, loja 3), a chef Gaby Harb ficou espantada com a declaração de Oliver. “Achei ofensivo”, diz ela. “Ele tem até o direito de não ter gostado, mas deveria ter expressado de uma forma diferente. Foi muito infeliz o comentário”, completa.

Mesmo assim, Gaby duvida que o brigadeiro que o chef provou “estivesse tão ruim”, a ponto de causar tais críticas. “Nem que tivesse sido feito com achocolatado estaria uma ‘porcaria’. Fiz várias sobremesas para o camarote da Copa do Mundo, em Manaus, e o que mais saia era os brigadeiros”, revela.

“E, lá, não havia somente brasileiros. Pelo contrário, a maioria era americano ou europeu”, justifica ela, frisando a preferência pelo doce sobre as demais sobremesas servidas no Mundial, algumas até “mais requintadas”.

Também referência na cidade, a chef Talita Avelino (Atelier Talita Avelino, Av. Mário Ypiranga Monteiro) concorda com Gaby. “Claro que gosto não se discute, assim como posso chegar em Londres e odiar algo que ele (Oliver) fez. O importante é ter cuidado com as palavras e ser mais educado”, defende ela.

Chef Talita Avelino afirma que brigadeiro e quindim são iguarias apreciadas pelo mundo inteiro (Foto: Bruno Kelly)

“O brigadeiro e o quindim são doces super brasileiros e apreciados pelo mundo todo. Inclusive, quando trabalhava no Mandarin, um hotel cinco estrelas de Miami, a moça da confeitaria me pediu que a ensinasse a fazer brigadeiro”, revela.

Segundo Talita, no entanto, o que mais chamou atenção foi a postura com que Oliver veio ao Brasil. “Por se tratar de um chef de cozinha, ele já tinha que ter vindo com uma mente mais aberta, por se tratar de um país com a cultura diferente do seu”, explica. “Na minha opinião, esses (brigadeiro e quindim) são nossos melhores doces. Sou louca por eles e por cocada. O Jaime Oliver pegou um pouco pesado”.

Doce gourmet

Em entrevista ao jornal Folha de São Paulo, Juliana Motter, dona do Maria Brigadeiro - precursor da onda de brigadeiros gourmet na capital paulista -, disse que entendia a posição do chef inglês por não se tratar de um doce gourmet.

“Se a receita tiver achocolatado, granulado artificial e margarina, ele pode considerar, sim, uma porcaria”, declarou ela à publicação. Novamente, Talita discorda: “Sou a favor do brigadeiro tradicional, com leite moça, Nescau e manteiga. O brigadeiro gourmet são as variações do nosso doce. Então, ele provando um brigadeiro com, por exemplo, 70% de chocolate, não estaria degustando o que a família tradicional brasileira come”, rebate.

Rei do bolo

Estrela da série de TV americana “Cake Boss”, Buddy Valastro também esteve no País na última semana para um evento em São Paulo. Assim como Jaime Oliver, durante a sua estadia, ele foi desafiado a provar algumas iguarias do País - entre elas, o brigadeiro. O resultado, porém, foi bastante diferente do obtido com o chef inglês.

“Provei e gostei. Tem gente que diz que é doce demais. Eu não achei, americanos gostam de doces”, contou Valastro, acrescentado que não entendeu muito bem a posição do amigo apresentador. “Estranho, na Inglaterra gostam de doce. Mais que na França e na Itália até”.