Log in

Bem-vindo Log out Alterar dados pessoais

Esqueceu a senha?

X

Qualquer dúvida click no link ao lado para contato com a Central de Atendimento ao Assinante

Esqueceu a senha?

X

Sua senha foi enviadad para o e-mail:

Chef internacional traz fusão entre culinárias japonesa e peruana à restaurante de Manaus

O público do Bodega da Vila poderá apreciar, nos dias 14 e 18 deste mês, alimentos milenares, com foco nos conceitos de alimentação saudável e valorização da cultura gastronômica oriental e inca

O chef internacional Daniel Vassalo chega à cidade e lança projeto “Masterchef”, no restaurante Bodega da Vila

O chef internacional Daniel Vassalo chega à cidade e lança projeto “Masterchef”, no restaurante Bodega da Vila (Divulgação)

Que tal experimentar a junção das culinárias japonesa e peruana preparadas, exclusivamente, por um chef internacional? Então, prepare-se. Pela primeira vez em Manaus, direto de Miami, o chef Daniel Vassalo desembarca para comandar a cozinha do bar e restaurante Bodega da Vila nos dias 14 e 18 deste mês. Ele vai lançar o projeto “Masterchef”.

O público que for prestigiar o “Masterchef” não vai apenas saborear uma boa comida, mas, sobretudo, participar de um evento gastronômico que visa apresentar a fusão das culinárias japonesa e peruana. A ideia dos realizadores é difundir a riqueza dos sabores da cozinha internacional.

Nos dois dias do evento, o público poderá apreciar a decoração dos pratos e degustar alimentos milenares, com foco nos conceitos de alimentação saudável e valorização da cultura gastronômica oriental e inca. Tudo preparado com o toque do chef Daniel Vassalo com base nas últimas tendências internacionais.


“O evento vai proporcionar um novo entretenimento para os manauaras, inaugurando uma série de outras noites temáticas no decorrer de todo o ano, onde daremos a volta ao mundo na gastronomia, sem sair de Manaus”, ressaltou Marco Aurélio, proprietário do Bodega da Vila, restaurante localizado na esquina das ruas Maceió e Vila Amazonas, conjunto Vieiralves, bairro N. S. das Graças, Zona Centro-Sul.

Perfil

Entre outras iguarias, o chef Daniel Vassalo vai preparar o sushi e o sashimi, que são comidas orientais, e o ceviche, originário da cozinha peruana. A diferença é que o público vai experimentar a fusão de ingredientes de ambas as gastronomias. Vassalo faz suspense e adianta que também vai incorporar alguns elementos da culinária amazônica.

Daniel Vassallo é formado na Le Cordon Bleu, considerada a escola de culinária mais tradicional do mundo. Em Miami, ele é o masterchef do restaurante “TiraDToss Restaurant”, especializado em culinária Peruano-Japonesa. Confira abaixo uma rápida entrevista com Vassalo:

Você é peruano, naturalizado americano, e trabalha com culinária japonesa. Como essa mistura de nacionalidades influencia na elaboração dos seus pratos?

Há exatos 10 anos, eu experimentei o sushi. Foi amor à primeira mordida. Em 2007, me mudei para o Peru e abri uma Cevicheria. Como dono e chef do restaurante eu sempre coloquei muito coração nos pratos, me dedicando ao máximo e deixando a criatividade falar mais alto. Então, juntei o amor pelo sushi e a adoração pela gastronomia peruana e fiz a fusão das duas culinárias.

Há muita diferença entre as duas?

A fusão das duas culinárias existe há mais de 100 anos, quando os japoneses imigraram para o Peru. A geração nicei peruana, que chamamos de “Nikkei”, batizou essa fusão das culinárias como “Cozinha Nikkei”.  As culinárias peruana e japonesa são bem distintas em temperos, mas com a mesma excelência em sabor.

Na fusão das cozinhas peruana e japonesa surgiram outros pratos, ou são os tradicionais com os toques de ambos os países? Quais são eles?

Na verdade, há os dois. Tanto o tradicional, com o toque do tempero do outro, quanto novas criações. Eu criei vários pratos com essa fusão, que estarei apresentando no jantar aí em Manaus, como a Causa, o Tiraditos de Salmão, Ceviches com toque oriental e sushis com pimenta peruana.

Qual o prato, criado por você, que os clientes mais pedem?

Os clientes adoram a fusão das culinárias. Os ceviches com aji amarelo, que estará no menu do Chef no evento, são muito pedidos. Além dos Makis Japoneses com um toque do tempero peruano. E as sobremesas que têm toques exóticos milenares.

Você é formado na Le Cordon Blue, a mais conceituada escola de culinária do mundo. Você cozinha outros pratos, além dos peruanos e japoneses?

Le Cordon Bleu fez de mim um “expert” na culinária italiana, mexicana, tailandesa, francesa, apesar de trabalhar com a fusão da Peruana e Japonesa por paixão e laços de origem. Porém, se me derem uma caixa de surpresas para eu preparar um prato, seja lá qual forem os ingredientes, eu farei um prato maravilhoso para você.

É a primeira vez que você vem ao Brasil. Que novidades o público que for ao evento “Masterchef” vai encontrar?

Sim. É a primeira vez que vou ao Brasil. Sempre tive o sonho de conhecer o Brasil. Tenho muitos clientes brasileiros em Miami e levar a minha técnica para os brasileiros é a realização de qualquer Chef que ama o intercâmbio culinário. Preparei um menu todo especial para as duas noites do evento, com pratos elaborados com atum, salmão, pirarucu e mariscos.

*Com informações da assessoria de imprensa