Log in

Bem-vindo Log out Alterar dados pessoais

Esqueceu a senha?

X

Qualquer dúvida click no link ao lado para contato com a Central de Atendimento ao Assinante

Esqueceu a senha?

X

Sua senha foi enviadad para o e-mail:

Histórica clássica de Tarzan é recriada em forma de dança por companhia amazonense

Neste sábado (26), o grupo Arte sem Fronteiras apresenta ‘2 Mundos Distintos’ no palco do Centro de Convivência da Aparecida, em Manaus

Projeto proporciona formação artística e humana; congregações religiosas apóiam

Projeto proporciona formação artística e humana; congregações religiosas apóiam (Divulgação)

A clássica história de amor e aventura de Tarzan e Jane ganhou uma nova releitura, dessa vez em formato de dança, pelas mãos da companhia amazonense Arte sem Fronteiras, que topou o desafio de ambientar o famoso enredo na “selva de pedra”. Neste sábado, às 19h, no Centro de Convivência da Aparecida (rua Wilkens de Matos), o grupo apresenta “2 Mundos Distintos”, que tem concepção de Raphael Galvão e direção coreográfica de Wilson Junior, coordenador do projeto. A entrada é gratuita.

Junior explica que cerca de 40 pessoas estão envolvidas há seis meses na criação do espetáculo, dentre produtores e bailarinos atendidos pelas ações do projeto em diferentes zonas da cidade. “A proposta desse espetáculo partiu do Raphael Galvão, que tem uma empresa de produções e eventos na cidade. Ele entrou em contato conosco, apresentou a ideia e resolvemos embarcar junto. Ele veio com a concepção e eu entrei com as coreografias”, conta.

Segundo o diretor, a apresentação na Aparecida é uma prévia da produção final, que deve estrear somente em setembro, no Teatro La Salle. Hoje, especialmente, o espetáculo vai ser conduzido pelos jovens que participam das atividades do Arte sem Fronteiras no Pró-Menor Dom Bosco, na Alvorada.

Concepção

A princípio, a ideia da companhia amazonense era fazer uma montagem tradicional da história do Tarzan, mas Galvão sugeriu que eles fossem além, dando uma roupagem moderna ao clássico, que também ganhou diversas versões no cinema e teatro. A partir da nova proposta, “2 Mundos Distintos” reúne no palco as diversas modalidades de dança que são trabalhadas com os alunos do Arte sem Fronteiras, como o balé, o jazz, as danças urbanas e afro, além da dança contemporânea e de salão.

“Na verdade, ‘2 Mundos Distintos’ é um espetáculo em constante transformação. Para a estreia, por exemplo, estamos reservando algumas surpresas, como uma maior interatividade com o público”, justifica o coreógrafo.

“Partimos da história do Tarzan, mas modificamos muita coisa, como o nome dos personagens. Na nossa concepção, a história se passa numa metrópole, e a partir disso abordamos questões como relações urbanas conflituosas, além da visibilidade de temas como prostituição e homossexualidade”, completa.

Serviço

O quê: Cia. Arte sem Fronteiras apresenta “2 Mundos Distintos”

Onde: Centro de Convivência da Aparecida (rua Wilkens de Matos)

Quando: Hoje, às 19h

Quanto: Gratuito