Log in

Bem-vindo Log out Alterar dados pessoais

Esqueceu a senha?

X

Qualquer dúvida click no link ao lado para contato com a Central de Atendimento ao Assinante

Esqueceu a senha?

X

Sua senha foi enviadad para o e-mail:

Baby Rizzato volta ao estúdio da TV A CRÍTICA para a nova temporada do programa “Nosso Encontro”

O retorno acontece no próximo sábado, a partir das 12h, quando a apresentadora inaugura um cenário totalmente novo para a atração

Ansiosa para a estreia, Baby se diz aliviada de voltar ao estúdio

Ansiosa para a estreia, Baby se diz aliviada de voltar ao estúdio (Euzivaldo Queiroz)

Depois da temporada itinerante, rodando por alguns dos principais espaços culturais de Manaus, o programa “Nosso Encontro”, comandado por Baby Rizzato, já tem data para regressar aos estúdios da TV A CRÍTICA. O retorno acontece no próximo sábado, a partir das 12h, quando a apresentadora inaugura um cenário totalmente novo para a atração, um dos carros-chefes da emissora e que já está no ar há 42 anos.

Ansiosa para a estreia, Baby se diz aliviada de voltar ao estúdio. “Nunca fui de fazer programa com pessoas me olhando. Incrível dizer isso, mas é verdadeiro”, conta a divertida apresentadora. “Os primeiros programas foram terríveis, tensos. Eu não sabia se olhava para o público, a câmera ou se enfiava minha cara num buraco de vergonha (risos). Sou extremamente tímida, mesmo que não pareça”, confessa.

De acordo com ela, a série itinerante resultou em vários episódios cômicos, como na vez em que, durante uma entrevista num hotel da Ponta Negra, o tempo começou a fechar. “A produção pedia que eu fosse mais rápida, e mais rápida e mais rápida. Nessa altura, eu já não falava, eu voava (risos)”, diverte-se Baby. Em outra ocasião, a apresentadora acabou sentando num formigueiro. “Eu não podia dizer um ‘ai’ durante a gravação. Depois, todos da equipe estavam correndo atrás de álcool para mim (risos)”.

Apesar dos percalços, ela avalia a temporada passada como sendo um grande aprendizado. “Entendi que a gente não pode trabalhar apenas com quatro paredes e uma câmera. Nós temos de ir aonde o povo está”, defende Baby. Como fruto dessa experiência, a apresentadora estuda a possibilidade de instalar uma plateia no “Nosso Encontro”. “Eu quero muito: um público de universitários para dialogar comigo e o entrevistado”, acrescenta.

NOVIDADESComo não poderia ser diferente, casando com o novo cenário, a atração traz ainda uma série de novidades para a temporada 2014/2015. Entre elas, está a adição da jornalista Théa Morel à equipe do programa. “Eu sempre quis que ela (a Théa) se juntasse ao ‘Nosso Encontro’”, revela Baby. “Ela vai me segurar quando eu estiver muita afoita ou botar fogo quando estiver muito lenta (risos)”, brinca. “Será um ‘bate bola’ muito bom”.

Além disso, a apresentadora promete focar os primeiros episódios em um dos assuntos mais debatidos nos últimos meses: a Copa do Mundo de Futebol. “Vou começar falando de custos e lugares para esse mundial, fazendo um levantamento para saber quais partes de Manaus estão e quais não estão prontas para receber o campeonato”, destaca. Para um dos capítulos, ela agendou uma entrevista com Mario Freitas do Valle, dono do Tambaqui de Banda (Parque 10). O local criou um dos petiscos que serão vendidos na Arena da Amazônia, o Tambaqui de Pé.

Mesmo com a magnitude da Copa, Baby diz não estar muito animada com o evento. Segundo ela, a capital amazonense não estaria preparada para receber o mundial. “Li uma coisa muito interessante sobre isso, que dizia: ‘A Copa atualmente, em Manaus, é como se você recebesse uma visita na sua casa e a comida queimasse, a bebida estivesse quente, não tivesse água, a luz fosse embora e o cachorro fizesse xixi nos pés do convidado’”, compara a apresentadora. “É assim que eu vejo a cidade para esse campeonato. Está tudo muito improvisado”, critica.