Log in

Bem-vindo Log out Alterar dados pessoais

Esqueceu a senha?

X

Qualquer dúvida click no link ao lado para contato com a Central de Atendimento ao Assinante

Esqueceu a senha?

X

Sua senha foi enviadad para o e-mail:

Espetáculo ‘Um Sonho de Natal’ encanta público

Mais de três mil pessoas se unem para transmitir, por meio de um show de luzes, encenações e malabarismos, a importância da data

Espetáculo, realizado pela Nova Igreja batista, já virou uma tradição e, este ano, envolve mais de três mil pessoas, que ajudam a montar uma estrutura grandiosa e dão vida aos personagens, no palco

Espetáculo, realizado pela Nova Igreja batista, já virou uma tradição e, este ano, envolve mais de três mil pessoas, que ajudam a montar uma estrutura grandiosa e dão vida aos personagens, no palco (Márcio Silva)

Quem não imagina que, de uma fábrica de brinquedos, pode-se contar a história do nascimento, vida, morte e ressurreição de Jesus, precisa agendar o espetáculo “Um sonho de Natal”, realizado pela Nova Igreja Batista. Com hora e meia de duração e a participação de três mil pessoas na organização, além de 900 artistas, o espetáculo é de encher os olhos por conta dos efeitos especiais, iluminação e, claro, pelo novo jeito de contar um enredo milenar que sempre encanta adultos e crianças, como explica o pastor Rosinaldo Rodrigues, coordenador do evento.

Já considerado uma tradição que se repete há 12 anos, o espetáculo tem este ano o tema “Um Sonho de Natal na Fantástica Fábrica de Brinquedos” e reúne artistas que cantam, dançam em encenações que valoriza muito os gestos e os significados. Há, inclusive, uma árvore de natal viva, com 90 vozes que conduzem a trilha do espetáculo. “Nosso objetivo é mostrar o verdadeiro sentido do Natal”, conta o artistas que interpreta Jesus, Patrick Santos, 33. No grupo desde 2003, ele ganhou o papel do grande protagonista da história em 2007. Para ele, carregar a cruz e levar as chicotadas tem um simbolismo que deve ser lembrado nas festas porque as dores de Jesus permitiram a alegria da libertação.

A história acontece numa fábrica de brinquedos considerados obsoletos, que foi posta à venda. Os personagens, todos devidamente maquiados e vestidos, apresentam inovações que ficam especiais com os jogos de luzes e efeitos visuais. Há malabaristas que descem do teto para dançar no palco. “A inovação começa aí”, diz o diretor do espetáculo, pastor Leandro Caiado, que faz com que homens aranhas desçam pelo palco usando a técnica circense de tecido aéreo.

Além deste, outros personagens, que há muito vêm marcando a infância, são levados para a apresentação e não ficam restritos ao palco. Antes e depois, formam um receptivo para acolher os visitantes e depois integram o cenário no palco. O espetáculo pode ser visto por pessoas de qualquer credo.

Presente

São vários cenários para contar a mesma história, só que de forma bem diferente, garante o pastor Rosinaldo. A cada dois anos, as encenações e músicas ganham novos cenários e inovações. “Os ensaios começam em julho”, explica o pastor, lembrando que o trabalho começa a ser pensado a partir de janeiro de cada ano.

Neste ano, os efeitos de iluminação e as pantomimas são destaques. Débora Menezes, 19, estudante de Direito, é a boneca Barbie da Fábrica de Brinquedos e se realiza em saber que pode contribuir para um espetáculo que não quer só divertir, mas alertar as pessoas para a necessidade de pensar o Natal como uma festa com menos presentes e mais presenças.

Ela começou participando desde os 12 anos de idade e, nos diversos papéis representados, diz aprender mais com o espetáculo. Mesma situação de Mateus Souza do Vale, 14, que faz o Pinóquio e não se incomoda com as brincadeiras em referência ao nariz, que cresce a cada mentira contada. Há três anos eles participando do “sonho”, e dançar, cantar ou mesmo atuar em outra área não faz diferença. “O importante é participar e contar a história de Jesus”.

Inovações de ‘encher os olhos’

Uma das características do Sonho de Natal é a utilização de novos recursos tecnológicos que deixam o público impressionado. Jogos de luzes, transformações de palco e coreografias inovadoras fazem o espetáculo ser ímpar. Uma árvore de Natal humana, que canta e dança, é uma dos itens da apresentação.

Neste ano, dentre as novidades tecnológicas, acontece uma transformação de um dos personagens no palco, sem a necessidade que ele saia de cena. As luzes se apagam ou mudam de cor e a transformação acontece. A boneca Emília transformada é a personagem de Bruna Marcela Melo, 18, estudante do curso de Letras da Universidade Federal do Amazonas (Ufam). Desde 2009 no grupo de teatro, ela diz que tudo funciona bem porque há um compromisso em acertar. Além dela, outros personagens passam algumas horas do dia se preparando para a hora e meia de espetáculo. Parece pouco, mas na verdade, é tempo suficiente para o sonho de levar a mensagem da fé.

Saiba mais

O espetáculo “Um Sonho de Natal na Fábrica de Brinquedos” acontece na sede da igreja, na avenida Torquato Tapajós, 4444 (após a saída da Cidade Nova), e ficará em cartaz até o dia 25 de dezembro. Sessões extrasSerão apresentadas sessões extras aos sábados, às 17h30, e aos domingos, às 15h e 17h30. O estacionamento é gratuito, mas as vagas são limitadas, por isso os dirigentes da igreja recomendam aos interessados que cheguem cedo. Somente no dia 24 de dezembro não haverá apresentação.