Log in

Bem-vindo Log out Alterar dados pessoais

Esqueceu a senha?

X

Qualquer dúvida click no link ao lado para contato com a Central de Atendimento ao Assinante

Esqueceu a senha?

X

Sua senha foi enviadad para o e-mail:

Milton Nascimento: travessia de muito sucesso

O nome da música popular brasileira se apresenta hoje na abertura do Festival Amazonas de Música


Milton Nascimento vai fazer show durante o Festival de Música do Amazonas

Milton Nascimento vai fazer show durante o Festival de Música do Amazonas (Divulgação)

Emoção é um tempero que não faltará na abertura do 4º Festival Amazonas de Música (FAM), que inicia hoje com o show de Milton Nascimento, o qual apresenta a turnê “Milton Nascimento – Uma travessia”, no Centro Cultural Amazonino Mendes (Bumbódromo). O evento será realizado no município de Parintins (a 369 quilômetros de Manaus), até este sábado, com programação acadêmica que traz oficinas, palestras e painéis, e mais de 40 apresentações musicais.

A turnê “Milton Nascimento – Uma travessia” contempla os 50 anos de carreira de um dos maiores cantores e compositores da Música Popular Brasileira (MPB) e reúne todos os grandes sucessos, como “Coração de estudante”, “Maria, Maria”, “Nos bailes da vida”, “O trem azul”, “Travessia”, entre outros. Bituca, como o artista é carinhosamente chamado pelos amigos, já percorreu com esta turnê mais de 100 cidades do Brasil, Europa e América Latina, para comemorar sua travessia rumo ao estrelato. E falando de amigo, ele é visto por todos como sendo muito generoso (leia a matéria abaixo).

O cantor, compositor e instrumentista de origem carioca, que liderou o movimento musical moderno mais importante de Minas Gerais, o Clube da Esquina, não se apresenta no Estado do Amazonas desde a década de 90.

Competição

O 4º FAM traz em sua programação, também, a Mostra Competitiva com apresentação de 30 artistas interpretando canções que concorrem nas categorias Melhor Canção, Melhor Letra, Melhor Intérprete e Voto Popular, com premiação total de R$ 56 mil. A Mostra Não Competitiva traz shows da banda Nekrost, Kely Guimarães, DJ Carapanã e Jander Manauara e Fênulo; e o Circula Manaus, com os espetáculos “Samba de responsa”, com Fátima Silva, e “Música de beiradão”, com a Orquestra de Beiradão do Amazonas (OBA).

Estudos

Além de todos esses shows, o festival conta com programação acadêmica gratuita com as oficinas Ritmos Amazônicos (com Ygor Saunier), Canto (com André Gabé), Elaboração de Projetos Culturais – Nível Básico (com Márcio Braz), Produção Musical de Baixo Custo (com Leo Chermont), Formalização da Cultura (com Leonardo Salazar) e Identificação de Produtos da Cultura Local (com Makely Ka).

As oficinas serão realizadas nas salas do Bumbódromo, na unidade de Parintins do Liceu de Artes e Ofícios Claudio Santoro.