Log in

Bem-vindo Log out Alterar dados pessoais

Esqueceu a senha?

X

Qualquer dúvida click no link ao lado para contato com a Central de Atendimento ao Assinante

Esqueceu a senha?

X

Sua senha foi enviadad para o e-mail:

Torcida fashion: grandes marcas já estão em ritmo de Copa

Foi pensando em dar uma opção de moda não apenas para esta época do mundial, como após, que Camila criou a coleção “Torcida Fashion” em parceria com a Riachuelo

Torcida fashion

Torcida fashion (Divulgação)

“O brasileiro tem mania de usar verde e amarelo só na época da Copa do Mundo. Fora do Brasil, as pessoas são mais patriotas, usam a todo momento referências nacionais”. A afirmação é da Camila Coutinho, blogueira/empresária que comanda o quarto blog mais influente do mundo, o “Garotas Estúpidas” (http://www.garotasestupidas.com/). Foi pensando em dar uma opção de moda não apenas para esta época do mundial, como após, que Camila criou a coleção “Torcida Fashion” em parceria com a Riachuelo. Nesta mesma linha, diversas marcas de grande porte vêm apostando pesado nas cores da bandeira para inspirar os torcedores a vibrar com estilo.

“Torcida Fashion”, composta por dez camisetas, está disponível nas araras da fast fashion desde terça-feira (13), com preços que variam de R$39,90 a R$69,90. Em entrevista ao VIDA & ESTILO, a blogueira definiu a coleção - concebida por ela própria - como pop, leve e atual.

“Não quisemos algo literal, certinho. Posso dizer que tem elementos tropicais, brasileiros e da cultura pop. Tudo muito divertido, fofo e jovem”, conta Camila, que recebeu o convite da Riachuelo após a bem-sucedida experiência “Fashion Five” - de 10 personalidades escaladas ano passado para criar cinco peças para a marca, as da blogueira foram as mais vendidas.

Proposta alinhada

Celebridade da Internet (ela recebe cerca de oito milhões de visitas diárias pelo blog). Camila Coutinho diz que não só a Riachuelo, como diversas lojas de departamento se alinham com a proposta do “Garotas Estúpidas”, qual seja, de incentivar as seguidoras a montarem looks democráticos.

“Gosto dessa questão do garimpo, de achar coisas legais por preços bons. Faço muito high & low [mistura de peças de grife com outras mais populares] tanto nos posts do blog como no meu estilo pessoal. É algo que faço verdadeiramente no meu dia a dia”, frisou.

A camiseta é um destes itens fáceis de encontrar por preço interessantes, diz Camila. Na sua opinião, é preciso ter “malha legal, ser folgadinha, longa e ter uma estampa legal”, e assim, permitir combinações mil.

Ritmo de copa

Questionada se é afeita a futebol, a blogueira é categórica. “Não sou fã de futebol, mas eu amo a Copa do Mundo! Tive a oportunidade de ir quando foi sediada na África e fiquei impressionada, foi uma super experiência”, relembra, apontando que provavelmente vai assistir a dois jogos do mundial vindouro. “Estou muito ansiosa para Copa no Brasil! Acho que vai ser especial e algo que todo mundo tem que viver, independente do que aconteça depois”.

‘Moda na Copa’

Por que nesse período os brasileiros gostam mais de usar acessórios e roupas com as cores da bandeira? A Copa do Mundo nos faz mais patriotas? Em uma discussão aberta ao público, o projeto Mimo.Com irá reunir Marcelo Seráfico (cientista político), Wallace Lira (mestre em Semiótica), Rita Prossi (designer), Aluísio Gonçalves (publicitário), além de diversos profissionais que trabalham na área de moda e beleza e que lançam diversas coleções nesse período. O evento terá início às 19h no espaço Thiago de Melo, da livraria Saraiva do Manauara Shopping

O projeto Mimo.Com teve início no mês de maio de 2011 com o objetivo de proporcionar momentos de debate sobre Linguagens, Expressões Humanas, Mídia e Moda com importantes nomes do meio acadêmico.

O Grupo de pesquisa Linguagens, Mídia e Moda (MIMO) surgiu da necessidade de um diálogo interdisciplinar das pesquisas em Artes, Comunicação, Cinema, Linguística, Literatura, Mídia e Moda em desenvolvimento pela Linha de Pesquisa 2 – Redes, processos e formas de conhecimentos – no Programa de Pós-Graduação em Sociedade e Cultura na Amazônia.

Destas pesquisas emanam linguagens e expressões humanas, da poesia à moda, na formação do indivíduo ou de redes conforme sua liberdade de escolha. O MIMO é coordenado pelo professor doutor da Universidade Federal do Amazonas (UFAM) Gilson Vieira Monteiro.

Apito como pingente


O designer de acessórios Raphael Falci desenvolveu um apito para ser usado como pingente, nas tonalidades de ouro branco e amarelo ou ródio negro, unissex, para correntes de tamanhos variados (info: www.raphaelfalci.com)

Público mirim


A Lilica Ripilica garantiu o look das pequenas torcedoras, criando uma coleção com modelitos diferentes sem limitar a cartela de cores no verde e amarelo - o rosa tão querido por elas também aparece para encantar. (info: www.lilicaetigor.com)

Futebol no pé


A Anacapri, marca do grupo Arezzo, está com uma coleção especial para a Copa do Mundo. As sapatilhas vêm não só em verde amarelo, mas também com referências futebolísticas. (info: www.anacapri.com.br)

Slakes Swarovski


A Swarovski criou slakes, modelos de pulseiras criadas especialmente para o Brasil em homenagem ao Mundial da FIFA. A dica é usar as três juntas, fazendo o mix de cores da bandeira do Brasil. Cada uma custa R$ 309. (info: www.swarovski.com).