Log in

Bem-vindo Log out Alterar dados pessoais

Esqueceu a senha?

X

Qualquer dúvida click no link ao lado para contato com a Central de Atendimento ao Assinante

Esqueceu a senha?

X

Sua senha foi enviadad para o e-mail:

Jammil e Uma noites levará música, alegria e celebração ao 'U Bloco'

'U Bloco' é carnaval com atrações de renome. O evento acontecerá neste sábado a partir das 17h na psicina Vitória Régia, no Hotel Tropical

O cantor Levi Lima prevê um ano de novidades para o axé no Brasil

O cantor Levi Lima prevê um ano de novidades para o axé no Brasil (Felipe Souto Maior/Divulgação)

Vocalista de uma das mais famosas bandas de axé do Brasil, Levi Lima sabe da responsabilidade que é animar Carnavais. “É a época preferida do brasileiro em geral, um momento em que a gente dá vasão à toda a alegria característica do nosso povo, nossa cultura”, conta. Nesse clima contagiante, o protagonista da Jammil e Uma Noites promete desde já muita música, alegria e celebração amanhã na festa U Bloco, que também traz Adriano Arcanjo, DJ Geraldinho e o grupo carioca Monobloco.

Dona de clássicos como  “Praieiro”, “Tchau (I Have to Go Now)”, “Ê, Saudade” e “De Bandeja” e tantas outras mais, a banda Jammil e Uma Noites atualmente tem Levi Lima no comando, após a saída de Manno Goés. Ele adiantou ao jornal A CRÍTICA que está empolgado para cantar estas e mais outras canções recentes, como “Grudou”, aposta para este Carnaval.

“A galera vai poder cantar, pular e se emocionar bastante nesse show! Além disso, vamos entrar no clima do Carnaval  em ritmo de ‘Grudou’, nossa música que tem uma pegada rítmica, uma energia a mais para este verão”, explicou o vocalista.

Misturas do axé

Uma das características fortes do Jammil e Uma Noites é o axé que bebe de variadas fontes musicais. Para Lima, “composição é liberdade”. O cantor prefere não se prender a estilos específicos e orgulha-se do som único do grupo.

“Ultimamente tenho ouvido de Bruno Mars a Gilberto Gil. Não gosto de fronteiras musicais, gosto de todo tipo de informação: escuto música brasileira, internacional. Todo tipo de influência vai se formatando dentro da nossa vivência e se transformando”, afirma.

Mas seja lá qual for a releitura, o axé é, sem dúvidas, “a cara” do Carnaval. Segundo Lima, o ritmo está em plena ebulição, com diversas reinvenções e muito sangue novo.

“Percebo que todos grandes nomes do axé estão se mobilizando bastante, trabalhando, tentando se reinventar, trazer novidades. Há muitos artistas e grupos novos chegando também. É um momento de  muita vibração pela música e pela nossa terra. Em pouco tempo, teremos isso em escala maior e muita coisa nova da música baiana será apresentada ao Brasil inteiro”.

Planos para 2014

Com 17 anos de estrada, o Jammil e Uma Noites já tem nome consolidado o suficiente para colher frutos não apenas durante a folia, mas no ano inteiro. Para 2014, a banda planeja ainda a gravação do primeiro DVD ao vivo  em nova formação e se prepara para tocar também em três eventos oficiais da Fifa durante a Copa do Mundo, além de uma agenda cheia por todo o País. A adrenalina está a mil. “Celebrem! Vocês são o combustível”, encerra Levi Lima, em recado ao público fã.

Monobloco, Arcanjo e Geraldinho

Adriano Arcanjo será o responsável pelo show de abertura da  festa U Bloco. O cantor comanda um repertório repleto de músicas de Seu Jorge, Wilson Simonal, Bebeto, Marcos Ribas e Trio Mocotó, entre outros. O Dj Geraldinho tocará nos intervalos.

E para a alegria dos amazonenses, o axé não acaba nem fica pouco nesse evento. Grupo carioca super aclamado por aqui,  o Monobloco apresentará seu novo show intitulado  “Arrastão de alegria”, que resgata clássicos, pérolas da MPB, marchinhas e exibe composições inéditas, novos estilos e batidas. 

No setlist da noite estão garantidas as marchinhas tradicionais de João Roberto Kelly, o samba de Cartola e Clara Nunes, o xote de Alceu Valença, o forró de Luiz Gonzaga, além do funk de MC Leonardo até canções de Paralamas do Sucesso, Raul Seixas e Tim Maia.

U Bloco tem assinatura da M1 Eventos, em parceria com Formandos de Medicina da Universidade do Estado do Amazonas (UEA) turmas 16 e 22.