Log in

Bem-vindo Log out Alterar dados pessoais

Esqueceu a senha?

X

Qualquer dúvida click no link ao lado para contato com a Central de Atendimento ao Assinante

Esqueceu a senha?

X

Sua senha foi enviadad para o e-mail:

Ninfoplastia: cirurgia íntima auxilia na recuperação da autoestima da mulher

Segundo especialista, crescimento dos pequenos lábios vaginais pode ser genético. Porém, uso de anabolizantes e hormônios também podem resultar no quadro

A volta ao trabalho ou rotina normal ocorre após três dias da cirurgia, com restrição a esforço físico

A volta ao trabalho ou rotina normal ocorre após três dias da cirurgia, com restrição a esforço físico (Reprodução Internet)

A preocupação com a estética da região genital, além do constrangimento nos momentos íntimos com o parceiro, é o que motivam algumas mulheres a procurar a Ninfoplastia. Realizada pelo cirurgião plástico, a técnica visa reduzir os pequenos lábios genitais, que se sobressaem e podem causar desconfortos. “As mulheres normalmente chegam ao consultório e relatam vergonha com relação ao órgão genital”, observa Tiago André Ribeiro, médico cirurgião plástico. “Como consequência, não se sentem a vontade com o parceiro e algumas até evitam o uso de calças justas e roupas de ginástica, por exemplo”, complementa.

O problema
Ribeiro explica que os pequenos lábios vaginais são duas estruturas localizadas na parte interna dos grandes lábios. Normalmente, ficam cobertos por estes grandes lábios e não são visíveis na parte externa do órgão. No entanto, algumas mulheres apresentam um aumento nos pequenos que ficam, portanto, aparentes. “A maioria dos casos é genético, mas o uso de anabolizantes ou hormônios também pode gerar um crescimento na região”, acrescenta.

A cirurgia
O médico destaca que após a realização de exames de rotina, para averiguar as condições de saúde do paciente, a cirurgia é agendada. O procedimento é simples e dura entre 40 minutos e uma hora, com anestesia local e sedação, se necessário. “No mesmo dia a paciente já pode retornar para casa”, observa Ribeiro. “Importante ressaltar que os pequenos lábios não são retirados completamente, apenas são diminuídos”, complementa. O cirurgião plástico explica que os pequenos lábios tem função de proteger a entrada da vagina, o que dificulta o surgimento de infecções bacterianas e também auxilia na lubrificação local, portanto, precisam ser mantidos.

Pós-operatório
A volta ao trabalho ou rotina normal ocorre após três dias da cirurgia, com restrição a esforço físico. Por um período de 14 dias, pode haver um inchaço e roxidão na área, que tende a desaparecer com os dias. “Já as relações sexuais devem ser evitadas por no mínimo 21 dias e não há necessidade de retirar os pontos, pois são absorvíveis”, finaliza Ribeiro. O resultado definitivo ocorre em até seis meses, tempo necessário para a estabilidade da cicatriz.