Log in

Bem-vindo Log out Alterar dados pessoais

Esqueceu a senha?

X

Qualquer dúvida click no link ao lado para contato com a Central de Atendimento ao Assinante

Esqueceu a senha?

X

Sua senha foi enviadad para o e-mail:

Artistas locais apostam em novas sonoridades para 2014

Eles estão em plena produção e lançarão novidades para o mercado cultural amazonense

O novo trabalho da 'Os Tucumanus' conta com novos músicos e novos arranjos. Da formação original resta apenas Denilson Novo e Clóvis Rodrigues (destaque)_

O novo trabalho da 'Os Tucumanus' conta com novos músicos e novos arranjos. Da formação original resta apenas Denilson Novo e Clóvis Rodrigues (destaque) (Maris Sanne/AC)

Nos próximos meses o cenário musical baré será “bombardeado” de novidades, do rock ao bolero. Muitos artistas e bandas estão produzindo, entre eles os experientes regueiros da Casulo. Em março, a banda deve lança um EP ou disponibilizar quatro canções por meio da Internet, como explicou o baterista Rondinele Reis.

“Estamos gravando. O Adonai Chacon (vocalista) colocou voz em duas canções. Falta colocar em processo a mixagem e gravar os outros instrumentos. Até março tudo deve está disponível. A gente pretende gravar o clipe de uma dessas músicas”, adiantou o músico. Até o momento apenas três canções já foram nomeadas: “Contando estrelas”, “Tocar você” e “Será que vai chover?”.

“‘Tocar você’ é dancehall, bem agitadinha, é uma aposta nossa, diferente de tudo que já fizemos. Estamos explorando o lance do violão com uma batida mais solta. Utilizamos também dois rappers e metemos um hip hop no meio da música”, acrescentou.

Rock podre

A turma esperta e carismática da Dpeids está produzindo o EP “Mamando da onça”, desde o segundo semestre do ano passado. Mas agora conseguiram os últimos recursos para finalizar o novo trabalho. “Está faltando apenas os solos de guitarra, masterização e mixagem feita pelo Rafael Rebelo. A gente finalizando no final deste mês a masterização,  pretendemos lançá-lo numa festa em fevereiro ou março”, destacou Carlos Castilho, vocalista e um dos fundadores da banda.

As canções que foram reunidas já são conhecidas do grande público. “A canoa e o banzeiro”, “Feira da Panair”, “Asqueroso”, “Samba-canção” e “Mamando na onça na terra do guaraná” são as cinco faixas que compõem este registro. Após a finalização, a Dpeids pretende gravar um clipe e, posteriormente, começar a gravar seu primeiro CD, tendo 12 faixas.

Continuação

A Infâmia vai disponibilizar para download, no dia 28 de fevereiro, o single “Continuando o ciclo evolutivo”, por meio do site 4shared – o arquivo vem acompanhado com capa, música e letra. “Essa é uma música que nós gostamos muito e ela não entrou no ‘Nervo’ (disco), então resolvemos gravá-la e lançá-la virtualmente. É para divulgar e também suprir a necessidade do público de ter músicas novas para ouvir. Ela leva um rock mais sujo do que o último CD”, falou Thomaz Campos, baixista.

Experiência

E o gênero regional experimental da Os Tucumanus estará no CD “Rumo à Via Láctea”, que foi batizado com uma frase da canção “Boi voador”, do primeiro CD Demo, também de autoria do grupo amazonense. “São sete faixas. Trabalhamos o CD para ser um EP com cinco faixas, mas acabamos colocando mais duas. “Há ‘Chuveiro natural’, ‘A boca da caboca’ e ‘Serpenteia’. Fora essas têm ‘Boto’, ‘Churrasco de gato’ e outras do primeiro CD. Essas músicas estão com novas roupagens e novos músicos”, relatou Clóvis Rodrigues, vocalista. O registro fonográfico, a ser apresentado em fevereiro, conta com a participação de Celdo Braga e Salomão Rossy, e produção de Bruno Prestes.

Hip hop

Com recente participação no Festival Amazonas de Música 2013, nas mostras competitiva e não-competitiva, bem como no Festival Até o Tucupi em 2010, DJ Carapanã e Jander Manauara compõe um grupo de rap desde 2008, o trabalho desenvolvido pela dupla ficou conhecido pelo CD “Num vale 1 real”. Este ano, eles apresentam o “Grelhante”, com 12 músicas. A dupla está atrás de patrocínio para lançar este álbum.  As composições fazem questionamentos sobre política, cotidiano urbano, entre outros.