Log in

Bem-vindo Log out Alterar dados pessoais

Esqueceu a senha?

X

Qualquer dúvida click no link ao lado para contato com a Central de Atendimento ao Assinante

Esqueceu a senha?

X

Sua senha foi enviadad para o e-mail:

Descubra quais os cuidados necessários para boa postura das crianças

Embora os problemas posturais possam ter explicações em maus hábitos adquiridos ao longo da infância, é possível reverter esse quadro

A saúde da coluna fica comprometida pelo uso de mochilas pesadas

A saúde da coluna fica comprometida pelo uso de mochilas pesadas

A partir de uma certa idade, é normal adultos sentirem incômodos nas costas devido a falta de postura adequada. Entretanto, o que muitos não sabem é que esse problema afeta crianças de todas as idades. Provocadas por motivos diversos, essas dores podem afetar a vida dos pequenos de muitas maneiras, desde o convívio social até no rendimento escolar.

Entre os principais problemas encontrados estão as hiperlordoses (curvatura aumentada na coluna lombar, tornando o ventre mais proeminente e o bumbum empinado), as hipercifoses (a coluna torácica aumenta a sua curvatura, deixando a criança mais ‘corcunda’) e as escolioses (desníveis da linha central da coluna). Para o fisioterapeuta Leonardo Machado, professor do Método Busquet no Brasil, as causas que levam a esses danos são muitas. “Existem algumas vias de instalação dessas alterações, como as traumáticas, vindas do nascimento e infância, e as crônicas, que são geradas pelos hábitos alimentares e de vida. As causas genéticas correspondem a apenas 2-4% dos casos e tais modificações do alinhamento da coluna deverão ser investigadas a fundo para a devida identificação da causalidade”, explica. “Sabe-se hoje que o funcionamento do sistema gastrointestinal corresponde a cerca de 80% de todas essas disfunções”, complementa.

Para que sejam evitados tais danos – exceto pelos gerados por problemas genéticos - , é necessário seguir hábitos alimentares saudáveis desde o início da vida das pessoas. “Padrões anormais de funcionamento gastrointestinal podem ser causados por padrões anormais de alimentação na infância. Este sistema tem o seu desenvolvimento pleno e completo até a idade de 8 anos. E deve ser dada atenção especial aos alimentos que causam fermentação (leite e derivados), doces, glúten, entre outros”, comenta. Além disso, alguns medicamentos também podem causar desequilíbrio da flora bacteriana intestinal e, assim, o retardo da função do intestino.

 A importância da postura

Mas embora os problemas posturais possam ter explicações em maus hábitos adquiridos ao longo da infância, é possível reverter esse quadro - posturas inadequadas mantidas durante longo tempo poderão instalar diminuições de flexibilidade e consequentes desvios.  

Uma das afirmações mais recorrentes é a associação entre o peso da mochila e as dores e problemas de coluna das crianças. Mas, segundo Leonardo, não há uma correspondência exata entre esses fatores. “Não que se recomende o uso de peso excessivo nas mochilas, mas o fato é que a dor surgirá todas as vezes que o padrão postural não permitir a boa sustentação do peso, assim como a adaptação da coluna frente à mudança do centro de gravidade que a mochila acarretará”, explica.

Uma das possibilidades causadoras desses problemas posturais dificilmente é lembrado: a visão, que além de poder causar dificuldades de aprendizado, podem trazer outras consequências físicas. “A criança necessitará, inicialmente, de um esforço maior da musculatura ciliar, presente no globo ocular, bem como dos músculos do pescoço e tronco para a aquisição do foco e, assim, uma melhora na acuidade visual. Este esforço físico maior gerado poderá acarretar dores de cabeça, inquietação e fadiga”, exemplifica Leonardo. Para entender melhor o que ele quer dizer, basta observar a postura que os míopes tendem a realizar, ou seja, eles possuem o hábito de franzir a face e ainda aproximar o olhar do objeto. “Haverá uma continuidade dessas tensões ao longo de todo o corpo que acarretarão em problemas posturais lógicos e coerentes com o problema em questão”, complementa.

Mas existe uma maneira de amenizar todas essas causas e efeitos relacionados aos problemas posturais nas crianças? Ao contrário da medicina tradicional, que muitas vezes se fixa apenas no problema atual, no Método Busquet, em primeiro lugar, será identificado o elemento causal e gerador de toda a alteração postural. Uma avaliação precisa e completa será realizada em todo o corpo para determinar tais fatores. “Toda a assimetria, dor e/ou disfunção devem ser vistas como assinaturas simples do corpo para que o mesmo possa estar confortável e sem dor. Posturas de alongamento/relaxamento são utilizadas para a normalização de tensões excessivas em cada um dos sistemas corporais. Além disso, o tratamento empregado poderá necessitar a ajuda de outros profissionais para a resolução completa do problema. Mas é preciso avaliar cada caso para chegar a um tratamento adequado”, finaliza.