Log in

Bem-vindo Log out Alterar dados pessoais

Esqueceu a senha?

X

Qualquer dúvida click no link ao lado para contato com a Central de Atendimento ao Assinante

Esqueceu a senha?

X

Sua senha foi enviadad para o e-mail:

Saiba como montar um look adequado para determinada situação com Nathalia Batista

Nascida em Jacareí (SP), Nathalia presta consultoria de imagem pessoal feminina e masculina econsultoria de imagem corporativa, além de ser personal stylist e personal shopper nacional e internacional

Segundo Nathalia, é preciso conhecer primeiro seu estilo pessoal e seu corpo pra montar um bom armário

Segundo Nathalia, é preciso conhecer primeiro seu estilo pessoal e seu corpo pra montar um bom armário (Divulgação )

Termos como personal stylist e consultor de imagem tendem a confundir a cabeça das pessoas (e principalmente mulheres) ligadas aos ditames da moda. Montar um look adequado para determinada situação, com informações de moda e que valorize seu cliente é tarefa do primeiro profissional citado. Já um consultor de imagem faz um trabalho no qual se busca entender os objetivos pessoais e profissionais do cliente e, a partir daí, utilizar ferramentas para ajudá-lo a transmitir a imagem que ele deseja, sendo a moda apenas uma dessas ferramentas. As duas modalidades são competentemente executadas por Nathalia Batista, que presta consultoria de imagem pessoal feminina e masculina e consultoria de imagem corporativa, além de ser personal stylist e personal shopper nacional e internacional.

Nascida em Jacareí (SP), Nathalia já foi modelo e começou a fazer cursos na área de consultoria de imagem há cerca de cinco anos. Formada com Ilana Berenholc, uma das maiores consultoras de imagem do mercado mundial, ela fez vários outros cursos, como de organização de closets e armários e análise de cores. Tal “know-how” rendeu a ela a possibilidade de ser consultora de celebridades como Ticiane Pinheiro e apresentadora de desfiles de moda na TV. Ela também escreve dicas de moda, beleza e estilo para o blog BeLuxury, e assegura que a curiosidade é a maior arma nesta profissão.

Orientações

Com a velocidade das tendências, quesitos como grandes volumes de viagens e trabalho são capazes de determinar o closet de uma mulher. Segundo Nathalia, é preciso conhecer primeiro seu estilo pessoal e seu corpo pra montar um bom armário. “Por mais que o cliente goste de ‘variar’, há sempre um estilo predominante. Se deve começar pelas peças-chave e básicas. Saber que tipo de roupa te favorece ou não, vai te poupar das compras erradas”, ressalta. O segundo passo, conforme a personal, é levar em conta o dia a dia e próprio estilo de vida.

“Não adianta comprar vinte biquínis se você vai à praia uma vez ao ano, ou comprar apenas vestido de festa e esquecer-se da roupa para o trabalho”, adverte.

Mas por favor: não esqueça de checar o armário. Para a consultora, muitas vezes compram-se peças sem ter com o que combinar, e aí começam os acúmulos – vale sempre olhar o que não serve mais e o que está precisando de complemento.

“E geralmente as pessoas se surpreendem, pois acham roupas de que nem se lembravam mais!”, pontua ela.

Outro tópico observado por Batista é que não se monta um closet da noite para o dia. “As pessoas têm pressa, querem comprar tudo de uma vez. Não é assim. Um bom armário é construído aos poucos”, sugere. E por fim, priorizar qualidade à quantidade. “Uma peça com bom caimento e um bom acabamento, que ‘vista bem’, vale mais do que dez peças que fiquem mais ou menos”, aconselha a profissional.

Economia sim!

E é possível projetar um closet com excelência sem gastar rios de dinheiro, pondera Nathalia. “O mais importante para se ter um closet bem projetado é se conhecer. Saber seu estilo e o tipo das peças que mais te valorizam vai te poupar de gastos excessivos. O lado bom dessa globalização da moda é que hoje encontramos coisas maravilhosas a preços ótimos. Buscar marcas de qualidade que não sejam tão caras, ir comprando peças de acordo com suas necessidades – sempre recomendo aos clientes para fazer uma lista (e andar com essa lista, principalmente se for sair ao shopping em época de liquidação)”, diz.

Um consultor de imagem, por exemplo, utiliza técnicas para analisar o tipo físico do cliente, a cartela de cores mais adequada à sua pele, técnicas de visagismo para determinar o melhor corte de cabelo e formato de acessórios ideais. “Postura, comportamento, autoconfiança – todos esses fatores também são levados em conta”, acrescenta Nathalia, lembrando que conseguir conciliar seu estilo pessoal com suas necessidades reais é um ponto importante. E você? Já sabe qual “conselheiro” deve chamar para arrumar o seu closet?