Log in

Bem-vindo Log out Alterar dados pessoais

Esqueceu a senha?

X

Qualquer dúvida click no link ao lado para contato com a Central de Atendimento ao Assinante

Esqueceu a senha?

X

Sua senha foi enviadad para o e-mail:

Modelo amazonense concorre ao posto de mais bela no concurso Miss Globo Internacional 2013

Sheislane Hayalla se prepara para defender a cultura brasileira, em meio a candidatas do mundo todo. O Miss Globo Internacional 2013 será realizado na Turquia, na próxima sexta-feira (20)

Sheislane é tida como uma das misses mais preparadas, afirma Fernando Salignac, coordenador estadual do concurso

Sheislane é tida como uma das misses mais preparadas, afirma Fernando Salignac, coordenador estadual do concurso (Divulgação/Paulo de Lima)

Um renomado concurso de beleza internacional receberá, mais uma vez, a grandiosidade da mulher amazonense. Mas não é só a aparência física e os bons modos que acumulam pontos na coroação da vencedora: os talentos artísticos também desfilarão na passarela do Miss Globo Internacional, que acontecerá a partir de sexta, dia 20 de dezembro, em Istambul, na Turquia.

No evento, a amazonense Sheislane Hayalla, que atualmente ostenta o título de Miss Brasil Globo 2013 mostrará o encontro entre os passos do balé e do samba em meio às variadas culturas divididas entre 88 candidatas e suas respectivas origens.

Com viagem marcada para o exterior nesta quinta (19), a estudante de biologia tem dedicado os seus 22 anos de idade aos ritos preparatórios para a etapa internacional do concurso que a elegeu mulher mais bela do Brasil em maio deste ano, no Hotel Nacional, em Brasília (DF).

O retorno à capital amazonense está agendado para o dia 28 de dezembro, e, para fazer bonito no concurso, renomes da moda e maquiagem local a auxiliaram na preparação, como o estilista André Estevão, que assina o vestido de gala da miss, e de Wernher Botelho, autor do traje típico da beldade.

Como todo concurso de beleza, a avaliação engloba as tradicionais etapas com desfiles das misses em trajes típicos, de gala e de banho. O grande destaque, porém, fica por conta da etapa chamada “Prova de Talentos”, uma das mais decisivas do concurso.

Na fase, cada uma das misses evidenciará os dotes artísticos que carregam na fração de 1 minuto e 10 segundos, segundo Hayalla.

Ela, que ressalta ter escolhido a dança por se identificar mais com a vertente, emenda que entre as outras escolhas das candidatas estão atividades de canto e pintura. Apesar da ousada mescla entre balé e samba, Sheislane garante estar satisfeita e confiante no resultado.

“Me preparei com aulas ministradas por professores de dança daqui de Manaus. Foram dois meses de ensaios durante todos os dias. A coreografia será marcada pela entrada com a música ‘Aquarela do Brasil’, onde iniciarei com o balé e um pouquinho de samba na abertura.

Do meio para o final, entrará a batucada do samba de vez”, revela a miss. Não diferente, o figurino também fará jus às raízes da moça: ela dançará vestida com uma camisa de um jogador de futebol customizada e uma saia de balé verde e amarela.

Acompanhando suas origens, o traje típico que Sheislane desfilará na finalíssima recebe o nome do estilista Wernher Botelho, cuja roupa foi inspirada na deusa amazônica Anaylis, que simboliza a divisa entre a Amazônia e o Peru.

Futuro

Os projetos futuros de Sheislane no momento estão pautados pela decisão que será tomada pelos jurados do Miss Globo Internacional. Porém, ela afirma estar radiante com os bons ventos, principalmente com aqueles que a aproximam da arte - bastante presente na vida de Hayalla na adolescência, quando dançava na escola e participava de peças teatrais.

“A mulher não está apenas centrada na beleza, e sim na sua inteligência e talento. Pode não ser uma mulher tão bonita, mas se ela tiver tais predicados ela irá além. Conseguimos lidar melhor com a vida usando a simpatia, o carinho e a atenção, e porque não a arte? A beleza precisa ter um propósito”, conclui a miss.