Log in

Bem-vindo Log out Alterar dados pessoais

Esqueceu a senha?

X

Qualquer dúvida click no link ao lado para contato com a Central de Atendimento ao Assinante

Esqueceu a senha?

X

Sua senha foi enviadad para o e-mail:

Com roda de samba consciente, Ases do Pagode e grupo Nosso Jeito agitam o Sambaqui neste sábado (19)

Sambaqui e Nosso Jeito tocam neste sábado. Muito mais do que um evento de entretenimento, o Sambaqui promove uma festa socialmente consciente visando a sustentabilidade e mantendo uma quantidade de árvores existente no lugar

Ases do Pagode toca todos os sábado no sambaqui

Ases do Pagode toca todos os sábado no sambaqui (Divulgação)

O Sambaqui, roda de samba do grupo Ases do Pagode que acontece na rua Rio Javari, 277, no bairro Adrianópolis, terá a participação do grupo ‘Nosso Jeito’. O samba de qualidade começa às 20h e vai até às 2h do domingo (20). A entrada custa R$20.

Os grupos farão a festa numa roda de samba montada no centro da casa de show do Grupo Ases do Pagode. De acordo com o empresário e músico Jayr Santos, um dos fundadores do grupo, o palco diferenciado permite que os frequentadores do local vejam os artistas de todos os ângulos. 

“A roda de samba propicia um clima de intimidade único e eu sinto que essa é uma coisa que vem dos artistas e também do público”, destacou. O grupo garante encantar a todos com as músicas de sucessos que ressaltam o samba novo, antigo e contemporâneo. 

Com bom atendimento, conforto e comodidade para os frequentadores, o Sambaqui é a pedida das noites de sábado. A casa possui ambiente familiar, área para fumantes, bares, banheiros e possibilidade de compra em cartões de crédito e débito.

Sustentabilidade

Muito mais do que um evento de entretenimento, o Sambaqui promove uma festa socialmente consciente. Com três anos de existência, o Sambaqui dá exemplo de educação ambiental e todos os sábados, a casa de show do grupo Ases do Pagode, realiza ações de conscientização e sustentabilidade, mantendo uma quantidade de árvores existente no lugar.

Ainda durante as apresentações, é feita uma coleta seletiva. As latas recolhidas são destinadas ao Lar das Marias, que vendem para empresas de reciclagem. A instituição atende a todos pacientes vindo do interior do Amazonas, assim como de outros estados que buscam tratamentos no Centro de Oncologia do Amazonas, o Cecon.